"Duas quedas, três mudanças de bicicleta… Deixaram de funcionar as mudanças eletrónicas"

"Duas quedas, três mudanças de bicicleta… Deixaram de funcionar as mudanças eletrónicas"
Redação

Tópicos

Declarações de Tiago Machado (11.º lugar da geral individual) no final da segunda etapa da 83.ª Volta a Portugal em bicicleta, disputada entre Badajoz, em Espanha, e Castelo Branco, no total de 181,5 quilómetros:

Sobre a etapa 2: "Duas quedas, três mudanças de bicicleta... Deixaram de funcionar as mudanças eletrónicas. Tentámos remediar, mas não foi possível. Dói-me um bocado do impacto na zona das costas, mas acho que não é nada de grave.

Frescura: "Se tivesse a frescura de outros anos, até podia estar a sonhar ali com o tempo que podia perder para os melhores, para depois recuperar no contrarrelógio... mas elas [pernas] já não ajudam como antigamente, mas pode ser que tenha um rasgo de inspiração."

O plano: "O prólogo correu muito melhor do que imaginei, estive perto dos melhores. Nunca se sabe. Tenho o meu plano para a Volta, a ver se o consigo fazer. Se conseguir, acho que o público vai ficar satisfeito como eu vou ficar."

Ganhar uma etapa: "Claro! Não sei se as pernas vão ajudar ou não, mas tenho de tentar. É a última Volta que eu tenho, é a última oportunidade que tenho para levantar os braços na nossa Volta".