"Dopado ou não, Lance Armstrong foi o melhor da sua geração"

"Dopado ou não, Lance Armstrong foi o melhor da sua geração"
Redação

Tópicos

Declarações e acusações de Johan Bruyneel, o diretor-desportivo com quem Lance Armstrong ganhou os sete edições consecutivas do Tour.

A frase que faz título deste artigo pertence a Johan Bruyneel, o diretor desportivo da US Postal onde o protagonista era Lance Armstrong. "Dopado ou não, Lance Armstrong foi o melhor da sua geração", disse.

Coloquemos a afirmação no contexto. "O carácter de Lance Armstrong foia assassinafo. Esta demonização coletiva é fácil de realizar, mas impossível de desfazer. Havia muita hipocrisia. Dopado ou não, em toda a história do ciclismo, cada grande campeão foi sempre o melhor da sua geração. E Lance não foi excepção a essa regra. Diz-me o que mudou no ciclismo depois de Lance: nada", afirmou Bruyneel ao canal de desporto, Eurosport.

"O problema é que a USADA alegou que este era o maior sistema de doping na história do desporto. Dizer isso é uma treta! Já vimos muito pior, na Rússia ou na Alemanha de Leste", afirmou ainda Bruyneel, o diretor-desportivo com quem Armstrong ganhou os sete edições consecutivas do Tour. "Lance não fez mais do que os outros. Eu diria mesmo que ele fez menos, especialmente em comparação com os ciclistas que foram apanhados na Operação Porto com o Dr. Fuentes, gente como Mayo, Basso, Ullrich, Hamilton, que eram os principais rivais de Armstrong. Há muitas pessoas com quem sempre tive uma boa relação, mas sei que se eu for a uma corrida, elas não virão tirar uma fotografia comigo", finalizou.