Desistiu da Vuelta de forma polémica e agora tem nova equipa para 2022

Desistiu da Vuelta de forma polémica e agora tem nova equipa para 2022
Redação com Lusa

Tópicos

Astana oficializou o regresso do colombiano Miguel Angel López.

O ciclista colombiano Miguel Angel López vai regressar à Astana, com a qual assinou contrato por duas temporadas, anunciou esta sexta-feira a equipa cazaque, em comunicado.

López, de 27 anos, já tinha corrido seis temporadas na Astana, antes de se mudar em 2020 para a Movistar, que, em 18 de setembro, tinha anunciado a rescisão por mútuo acordo do contrato com o colombiano.

Esta decisão surgiu depois de Lopez ter desistido a cerca de 60 quilómetros do final da penúltima etapa da Volta a Espanha, quando ocupava o terceiro lugar da geral.

"Superman" López, como é conhecido, tem no seu currículo dois pódios em grandes voltas, ao ser terceiro no Giro e na Vuelta de 2018, quando corria pela Astana.

"É um regresso a casa. No mundo do ciclismo profissional, um corredor que quer continuar a evoluir por vezes tem de mudar alguma coisa na sua carreira, ter uma nova experiência. Às vezes é bom, outras não", disse o colombiano.

Miguel Angel López é o segundo reforço sonante para estrutura comandada por Alexandre Vinokourov, depois de já ter sido anunciada a contratação do italiano Vincenzo Nibali.