Afinal Contador pondera competir mais um ano

Afinal Contador pondera competir mais um ano

O espanhol Alberto Contador (Tinkoff) reconheceu este sábado, depois da sua quarta vitória na Volta ao País Basco, que poderá continuar no pelotão na próxima época, voltando atrás na intenção de abandonar o ciclismo este ano.

"Talvez esteja a reconsiderar o meu futuro, pode ser que continue um pouco mais", assumiu o vencedor de sete grandes Voltas à televisão basca EiTB, reforçando uma hipótese que já tinha deixado no ar aquando da sua participação na Volta ao Algarve, em fevereiro.

Alberto Contador repetiu em várias entrevistas na pré-época que esta seria a sua última temporada no pelotão, uma vez que queria retirar-se em alta, e apontou a Volta a França e os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro como grandes objetivos para 2016.

No entanto, o duplo vencedor do Tour (2007 e 2009) e do Giro (2008 e 2015) e tricampeão da Vuelta (2008, 2012 e 2014) explicou que mudou de opinião.

"Desde que anunciei a minha retirada, é incrível a quantidade de mensagens que recebi. Na rua, as pessoas dizem-me 'Não vás embora, como podes fazer isso?'", contou o ciclista da Tinkoff, após o seu quarto triunfo na Volta ao País Basco.

"Refletindo bem, ponderando em conjunto com a minha família e com a minha 'entourage', e tendo em conta o prazer que tenho com o ciclismo, penso que, por agora, vou por de parte essa ideia. Penso que devo continuar a ter prazer fazendo o que mais gosto, que é andar de bicicleta", completou.

Em fevereiro, Contador condicionou a sua presença no pelotão de 2017 com a capacidade de criar a sua própria equipa profissional no quadro da sua fundação, que patrocina equipas de formação (juniores e sub-23) desde há três anos.

A Tinkoff, equipa que o madrileno lidera desde 2011 sob diferentes designações, deve retirar-se do pelotão no final de 2016.