Ciclista abdica de vencer etapa para ajudar adversário e acaba a ganhar a prova

Ciclista abdica de vencer etapa para ajudar adversário e acaba a ganhar a prova
Redação com Lusa

Tópicos

"No desporto, não vale tudo e a vitória provavelmente iria ser dele, por isso, apenas fiz o que estava certo", afirmou.

O ciclista André Filipe protagonizou, no domingo, um momento de enorme fair-play ao abdicar de triunfar na etapa para fazer "o que estava certo" e ajudar um adversário que tinha caído perto da meta, dando-lhe a oportunidade de vencer.

Na segunda etapa do Grande Prémio de Ciclismo de Alfândega da Fé, prova que integra o calendário da Associação de Ciclismo de Bragança, o corredor do CRP A-do-Barbas disputava a vitória na etapa com Miguel Pinto, atleta do SPAC BTT, quando viu o adversário sofrer uma queda a 300 metros da meta.

De imediato, André Filipe, de 35 anos, decidiu ajudar o colega de modalidade, garantindo que este ganharia a etapa de 90 quilómetros.

"No desporto, não vale tudo e a vitória provavelmente iria ser dele, por isso, apenas fiz o que estava certo", reiterou André Filipe à Lusa, garantindo que adotaria a mesma postura em qualquer situação semelhante.

O desportista, natural do concelho de Alcobaça, refere que Miguel Pinto lhe agradeceu o gesto e destacou que o desporto, sobretudo o amador, deve ser solidário e movido por valores como o "fair-play" e entreajuda.

"Isto deve ser a génese do desporto, sobretudo por quem o pratica apenas por satisfação e motivação pessoal", afiançou o corredor, revelando que o gesto teve repercussões que o deixaram surpreendido.

Apesar de não ter vencido a etapa, o alcobacense, que já tinha triunfado no contrarrelógio da etapa inaugural, viria a conquistar a geral, numa vitória que teve "sabor especial" pela forma como foi alcançada.

Miguel Pinto, por seu turno, arrecadou o segundo lugar na classificação geral.

"Foi uma alegria diferente, porque acabei por subir ao topo do pódio sabendo que estava a ser correto com o meu adversário e a respeitar uma das principais premissas do desporto: a ética desportiva", rematou André Filipe, que já iria sair como verdadeiro vencedor do Grande Prémio de Ciclismo de Alfândega da Fé qualquer que fosse o desfecho final.