"Frederico Figueiredo é um senhor, porque ontem, se ele quisesse..."

Mauricio Moreira exibe o troféu

 foto Pedro Correia/global Imagens

Declarações do uruguaio Mauricio Moreira após conquistar a Volta a Portugal.

A vitória: ""Não tenho palavras para descrever o que estou a sentir neste momento. Ainda não caí na realidade. Quando acordar deste sonho, é que vou perceber. Sem dúvida que é o momento mais feliz. Faz-me lembrar muitas coisas... O ano difícil que tive, cada momento que sofri nesta Volta, que não foram poucos. Ter a minha família aqui, sendo de tão longe, é ainda melhor."

Sonho concretizado: "Claro que para mim era um sonho ganhar a Volta, claro que queria, mas dentro desse sonho não estava disputar o triunfo e o contrarrelógio com um colega de equipa. Não é algo de que tenha gostado. Só posso dizer que o Fred [Frederico Figueiredo] é um senhor, com todas as palavras e maiúsculas, porque ontem [domingo], se ele quisesse, se calhar, podia ter assegurado a vitória na Volta e não fez isso. Respeitou-me. Sendo eu um estrangeiro numa equipa local, que um colega faça isso é muito."

União: "Não há nada a acrescentar ao que é a equipa, o companheirismo da equipa e o que é cada pessoa."