Alaphilippe ainda pensa no Tour: "O meu pulmão recuperou totalmente"

Alaphilippe ainda pensa no Tour: "O meu pulmão recuperou totalmente"
Redação com Lusa

Tópicos

Ciclista francês regressou à estrada um mês após a queda grave.

Julian Alaphilippe, bicampeão mundial de fundo, regressou à estrada um mês após a queda grave que sofreu na Liège-Bastogne-Liège, com o ciclista francês a não excluir uma presença na Volta a França, apesar de ainda estar a recuperar.

"A boa notícia é que o meu pulmão recuperou totalmente, o que me deixa, obviamente, muito feliz. Os ossos partidos ainda causam dores, o que é completamente normal uma vez que estas lesões demoram mais tempo a sarar. No entanto, fui aconselhado a regressar aos treinos", justificou a estrela francesa, citado em comunicado publicado no sítio oficial da Quick-Step Alpha Vinil.

Alaphilippe, de 29 anos, detalhou que passou "alguns dias nos rolos, o que foi ótimo", mas declarou-se "verdadeiramente feliz por poder passar algumas horas na estrada".

"Após alguns dias, não tive más sensações inesperadas, e foi decidido que me juntaria à equipa em Sierra Nevada, onde temos um centro de estágio, e onde posso tentar encontrar o meu ritmo habitual. Claro que ainda não consigo fazer o mesmo trabalho que os rapazes [...], porque preciso de ter cuidado para não forçar as lesões", acrescentou.

Em 24 de abril, Alaphilippe sofreu uma queda grave na clássica belga Liège-Bastogne-Liège, sendo hospitalizado com um pulmão perfurado, duas costelas partidas e um ombro deslocado. "Estou a melhorar de dia para dia e espero continuar assim. As minhas lesões precisam apenas de tempo, não de qualquer cirurgia. [...] Se tudo continuar como está, então a opção de estar na Volta a França continua em aberto, o que ainda está na minha mente, mas é muito importante não nos precipitarmos e sermos pacientes", concluiu o corredor da Quick-Step Alpha Vinil.

A Volta a França arranca em 01 de julho, em Copenhaga, na Dinamarca, e termina em 24 de julho, em Paris.