"A chegada foi confusa. Havia uma rotunda muito perigosa a 400 metros"

"A chegada foi confusa. Havia uma rotunda muito perigosa a 400 metros"
Redação

Tópicos

Declarações de Mauricio Moreira, da Glassdrive, (terceiro classificado da etapa e segundo da geral individual) no final da primeira etapa da 83.ª Volta a Portugal em bicicleta, disputada entre Vila Franca de Xira e Elvas, no total de 193,5 quilómetros:

Sobre o terceiro lugar: "Sem dúvida que o resultado é bom. O terceiro lugar numa etapa da Volta é sempre um bom resultado, também serve para ter ainda mais confiança. É o que tenho dito nestes dias: não chego à Volta muito confiante. Também era uma meta um bocado difícil, de colocação no final, e felizmente pude estar bem colocado, graças à equipa."

A etapa: "As sensações foram bastante boas. O calor começou a incomodar mais já praticamente no final. Agora, vamos mais para o interior, o calor vai incomodar um bocado mais, e espero estar preparado para isso."

Rotunda e amarela: "A etapa não estava nos planos, não era parte da tática, mas aquilo que sim está nos planos quando se quer disputar uma Volta é não correr riscos. Uma etapa como a de hoje, para correr o mínimo possível de riscos, tem de se estar na frente. A chegada foi confusa. Havia uma rotunda muito perigosa a 400 metros. A amarela continua com o Rafa [Reis] e para mim isso é uma alegria enorme".