Nova derrota e pior classificação de sempre dos EUA num Mundial

Nova derrota e pior classificação de sempre dos EUA num Mundial

Seleção americana só poderá agora aspirar ao sétimo lugar na competição que decorre na China

O pesadelo da seleção dos Estados Unidos no Mundial da China agudizou-se. Depois da derrota frente à França, a seleção norte-americana foi batida nesta quinta-feira pela Sérvia, por 94-98. Não há memória de uma prestação tão baixa em mundiais, mesmo quando a seleção se apresentou somente com jogadores que atuavam em ligas universitárias, em 1992, ou recheada de segundas linhas da NBA, em 1998.

Nas anteriores 17 edições, desde 1950, os norte-americanos tinham como pior registo o sexto lugar da edição 2002, que, curiosamente, acolheram, em Indianápolis, e em Jogos Olímpicos nunca falharam as medalhas -- terceiros em 1988 e 2004.

O primeiro quarto de hora da partida foi inclusivamente histórico pela negativa para os americanos, que tiveram de reagir a um parcial incrível de 32-7, a favor dos sérvios. Harrison Barnes, com 22 pontos, cinco ressaltos e quatro assistências, liderou os norte-americanos, secundado por Kemba Walker (18 pontos, oito assistências e quatro ressaltos) e Khris Middleton (16 pontos e seis ressaltos).

Na formação sérvia, o melhor foi Bogdan Bogdanovic, que marcou 28 pontos, incluindo sete 'triplos', em 14 tentados (os europeus acertaram 15 de 31), enquanto Nikola Jokic contribuiu com nove pontos e sete assistências e Vladimir Lucic com 15 pontos.

A equipa americana comandada por Popovic só poderá agora bater-se pelo sétimo lugar neste Mundial.