"O Benfica tem de estar sempre nos grandes palcos"

"O Benfica tem de estar sempre nos grandes palcos"
Redação com Lusa

Tópicos

O treinador de basquetebol do Benfica, Norberto Alves, afirmou esta segunda-feira que pretende fazer história e colocar pela primeira vez uma equipa portuguesa na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Norberto Alves, em declarações à agência Lusa e em antevisão ao encontro com os kosovares do Golden Eagle Ylli, com quem o clube vai medir forças esta quarta-feira nos quartos de final da fase de qualificação do grupo C, acredita que a equipa tem condições para atingir a fase seguinte.

"O mais importante é olhar para nós. É mais importante o que somos. Para vencer, temos de nos agarrar à nossa identidade coletiva. Vamos melhorar as execuções no meio-campo, no cinco contra cinco, não deixar de imprimir o ritmo que queremos e jogar com o máximo de concentração. Estes jogos são contra equipas que estão habituadas a jogar na Europa e com orçamentos grandes", afirmou.

O treinador mostra já ter um profundo conhecimento do adversário, no qual destaca os norte-americanos Malcolm Armstead, um base que já jogou na Grécia, Lituânia, Rússia e Turquia, e Chris Harris, que dá ao Golden Eagle Ylli "capacidade de intimidar", e o extremo croata Henrik Sirko.

"Vamos ter de ter muitas preocupações com ele, porque é muito experiente. Mas, fundamentalmente, temos de marcar o nosso ritmo de jogo. Sentimos que ainda estamos muito focados naquilo que fazemos e ainda estamos a construir aquilo que somos. E aquilo que somos é que condiciona aquilo que fazemos", sustentou.

Admitindo que a equipa ainda se encontra em construção, Norberto Alves quer que o Benfica atinja os níveis da temporada passada, na qual se sagrou campeão nacional, com 32 vitórias em 37 jogos realizados.

"Gostamos de ser uma equipa que gosta de correr quando tem de correr, não ter dúvidas quando chega ao ataque. É muito importante neste jogo. Não podemos fugir ao nosso ADN da época passada. Na defesa, também temos de ser mais agressivos, mas temos de surpreender", rematou.

João Gomes, conhecido no mundo do basquetebol como Betinho, garante que a equipa está preparada para este primeiro de três assaltos e que o olhar está direcionado para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

"Temos de pensar na fase de grupos. O Benfica tem de estar sempre nos grandes palcos. Pensamos jogo a jogo, é claro, mas o objetivo é estar na Liga dos Campeões. É um campeonato de grande dimensão e queremos fazer parte dele", disse.

Para o jogador encarnado, o facto desta fase de qualificação se realizar na Luz é um fator favorável, porque a equipa poderá contar com o apoio do público, mas também pelas referências do campo.

Ainda sem conhecer muito bem o adversário, Betinho garante que a ambição do Benfica é grande e os argumentos são claro.

"Jogámos em casa, temos de ser mais duros que eles, em cada ressalto e em cada bola perdida, mas temos de querer mais que eles", concluiu.

O Benfica entra em campo esta quarta-feira, às 21:00, para medir forças com os kosovares do Golden Eagle Ylli, nos quartos de final da fase de qualificação da Liga dos Campeões de basquetebol. Em caso de vitória, medirá forças na sexta-feira, à mesma hora, com os cipriotas do Kerevnos.

Só depois disso chegará à final, que se realiza no domingo, às 17:00, na qual irá defrontar uma destas três equipas: Norrkoping Dolphins (Suécia), BK Budivelnik (Ucrânia) ou Brose Bamberg (Alemanha).