"Espero que Neemias Queta tenha uma boa carreira, mas tem de sair de Sacramento"

"Espero que Neemias Queta tenha uma boa carreira, mas tem de sair de Sacramento"
Redação com Lusa

Tópicos

Neemias Queta, de 22 anos e 2,13 metros, integrou o plantel dos Sacramento Kings na época 2021/22, sendo o primeiro português a chegar a uma equipa da NBA, depois de ter sido eleito pelos Sacramento Kings no 39.º lugar do draft.

O tenista norte-americano Frances Tiafoe, responsável pela derrota de Nuno Borges no Estoril Open, é adepto da Liga norte-americana de basquetebol (NBA) e dos Washington Wizards, pelo que aconselhou o português Neemias Queta a abandonar os Sacramento Kings.

"Ele tem de sair dos Kings! É muito fixe ele estar lá. A NBA não é assim tão diversificada, é bom ter mais jogadores de outros países. Espero que tenha uma boa carreira, mas tem de sair de Sacramento. Sair de Portugal e ir para Sacramento é difícil. Escolho Portugal sobre Sacramento todos os dias", comentou o jovem, de 24 anos, após eliminar Borges na segunda ronda, pelos parciais de 7-6 (7-4), 4-6 e 6-0.

Neemias Queta, de 22 anos e 2,13 metros, integrou o plantel dos Sacramento Kings na época 2021/22, sendo o primeiro português a chegar a uma equipa da NBA, depois de ter sido eleito pelos Sacramento Kings no 39.º lugar do draft, realizado em 29 de julho de 2021, em Nova Iorque.

Após três anos na Universidade de Utah State, ao serviço dos Aggies, o ex-jogador do Barreirense e do Benfica propôs-se ao draft, abdicando da época de senior, a quarta, e foi escolhido na nona posição da segunda ronda.

A primeira temporada de Queta no mais importante campeonato de basquetebol mundial saldou-se em 119.34 minutos de utilização, em 15 encontros (média de oito minutos por jogo), durante os quais concretizou, em média, três pontos por partida, com uma eficácia de 44,7%.

O poste, de 22 anos e 2,13 metros, obteve ainda as médias por jogo de 2,1 ressaltos, 0,5 desarmes, 0,4 assistências e 0,1 roubos de bola, tendo sido responsável por 0,4 turnovers dos Sacramento Kings e cometido 1,2 faltas pessoais.

O basquetebolista português apenas superou os 10 minutos de utilização em cinco encontros, entre os quais os três últimos na fase regular, tendo como melhor registo os 24.05 minutos que disputou frente aos Cleveland Cavaliers, em 10 de janeiro, estreando-se também a marcar na NBA, com 11 pontos.