NBA: Golden State volta a vencer Dallas na final da conferência Oeste

NBA: Golden State volta a vencer Dallas na final da conferência Oeste
Redação com Lusa

Tópicos

Liderada mais uma vez pelo base Stephen Curry, que concluiu o encontro com 33 pontos e oito ressaltos, a equipa californiana voltou a beneficiar do engenho do seu treinador, Steve Kerr, para dar a volta na segunda metade do encontro.

Os Golden State Warriors voltaram a bater na sexta-feira os Dallas Mavericks, desta vez por 126-117, liderando a final da conferência Oeste da Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA) por 2-0.

No segundo jogo disputado no seu Chase Center, os Warriors, que perdiam por 14 pontos ao intervalo (72-58) e chegaram a estar com uma desvantagem de 19, protagonizaram a reviravolta no segundo tempo, tendo a diferença ficado praticamente anulada logo no terceiro quarto, que venceram por 25-13, ficando a apenas dois pontos dos Mavericks.

Liderada mais uma vez pelo base Stephen Curry, que concluiu o encontro com 33 pontos e oito ressaltos, a equipa californiana voltou a beneficiar do engenho do seu treinador, Steve Kerr, para dar a volta na segunda metade do encontro.

"Ao intervalo, disse-lhes que tinham de manter o sangue-frio, que o jogo viria a nós. Antes disso, os Mavs foram fantásticos, jogaram duro e executaram melhor. Nós deviamo-nos simplesmente acalmar e assumir o controlo do jogo. Estávamos convencidos de que se o fizessemos, eles não iriam conseguir marcar 15 lançamentos de três pontos como o fizeram na primeira parte", afirmou Kerr.

Os Warriors entraram transfigurados no terceiro quarto e, além de Curry, puderam contar com as boas prestações de Keyvon Looney, autor de 21 pontos e 12 ressaltos, de Jordan Poole, motor californiano no derradeiro quarto, quando anotou 12 dos seus 23 pontos, de Andrew Wiggins (16 pontos) e de Klay Thompson (15).

Da parte dos Mavericks, o esloveno e estrela da equipa Luka Doncic, que tinha sido 'parado' no primeiro encontro, quando efetuou 20 pontos, ainda conseguiu fazer mais do dobro (42 pontos), mas foram insuficientes para contrariar os Warriors, numa partida em que também Jalen Brunson, com 31 pontos, sete ressaltos e cinco assistências, e Reggie Bullock, com 21 pontos, também tentaram contribuir para a equipa.

"Penso que ficámos muito dependentes dos tiros de três pontos, mesmo que a nossa percentagem tenha sido a correta. Não atacámos tão bem quanto eles e a nossa defesa esteve mal, foi isso. Temos de nos focar e melhorar nesse setor", afirmou no final Doncic.

O terceiro jogo da final Oeste disputa-se no domingo, agora no American Airlines Center, em Dallas. A final da NBA oporá o vencedor destes embates ao ganhador da final da conferência Este, entre os Miami Heat e os Boston Celtics, que se encontra empatada 1-1.