Covid-19 coloca NBA à prova: razia nas duas equipas adia mais um jogo

Covid-19 coloca NBA à prova: razia nas duas equipas adia mais um jogo
Catarina Domingos

Tópicos

Jogo Boston-Miami foi o segundo jogo adiado da época após razia nas duas equipas

O encontro entre Boston e Miami, que seria esta madrugada, foi adiado ao constatar-se que os Heat não tinham jogadores suficientes disponíveis, depois de se rastrearem todos os contactos de Avery Bradley, declarado indisponível para esta partida de acordo com os protocolos sanitários da NBA.

A razia também era idêntica do lado dos Celtics, que, por causa do vírus, estavam sem Jaylen Brown, Javonte Green, Jayson Tatum, Semi Ojeleye, Grant Williams, Robert Williams III e Tristan Thompson, além das ausências dos lesionados Kemba Walker e Romeo Langford, tendo apenas oito nomes, o minímo exigido. Este é o segundo encontro adiado devido à covid-19, depois do do Oklahoma-Houston de 23 de dezembro, quando os Rockets apenas tinham sete atletas para jogar.

Ainda que a NBA não planeie suspender a temporada, o problema começa a tornar-se recorrente. "Olhamos para a estatística e temos três rapazes com mais de 40 minutos e não dava para evitar", lamentou Doc Rivers, treinador de Philadelphia, que se apresentou contra Denver com apenas sete (Mike Scott entrou no boletim, mas não jogou por lesão), depois do positivo de Seth Curry, conhecido quando duelo contra Brooklyn decorria, levando ao isolamento de quatro colegas.