Benfica bate União Sportiva e marca encontro com o Guimarães na final da Taça de Portugal

Benfica bate União Sportiva e marca encontro com o Guimarães na final da Taça de Portugal
Redação com Lusa

Tópicos

O Benfica venceu este sábado o União Sportiva, por 86-77, após prolongamento, na segunda meia final da Taça de Portugal de basquetebol feminino, disputada no pavilhão Fidelidade, em Lisboa.

Num encontro muito equilibrado, e que teve mesmo de ir a prolongamento, superiorizou-se a equipa do Benfica, que vai este domingo tentar conquistar a sua primeira Taça de Portugal, frente ao Vitória de Guimarães, o outro finalista desta edição.

Na equipa da Luz, Laura Ferreira, com 24 pontos, e Japonica James, com 13 ressaltos, estiveram em destaque, enquanto do lado açoriano foi Woolfolk, com 28 pontos, a mais concretizadora.

O Benfica entrou a todo o gás na meia final e colocou o resultado em 6-0 nos primeiros lançamentos do jogo. O União Sportiva pareceu surpreendido pelo acerto das "encarnadas', que numa primeira parte frenética conseguiram percentagens de concretização invulgares e fecharam o primeiro parcial em 27-16, com Laura Ferreira de "mão quente', com 10 pontos marcados.

No segundo quarto, o Benfica voltou a entrar melhor, com um triplo a abrir, mas a formação açoriana reagiu bem e até ao intervalo conseguiu equilibrar o encontro, vencendo o parcial por 24-21 e deixando o resultado em aberto ao intervalo, com 40-46 favorável às "águias'.

Confirmando o final de primeira parte mais inspirado, o União Sportiva respondeu ao melhor arranque do Benfica com um começo de segunda parte de grande nível, onde conseguiu mesmo a "cambalhota' no marcador.

O Benfica parecia perdido em campo e "obrigou' Eugénio Rodrigues a pedir um desconto de tempo que surtiu efeito entre o cinco "encarnado". O Benfica regressou mais lúcido, voltou a acertar nos lances de ataque e conseguiu voltar à liderança do marcador. Apesar de perder o parcial por 19-14, a equipa "encarnada' fechou o terceiro parcial com uma vantagem de um ponto, em 59-60.

Ninguém queria perder o lugar na final da Taça de Portugal e o último parcial mostrou isso mesmo, com um final "louco', com alterações constantes na liderança do marcador. Tal como em todo o jogo, o equilíbrio impôs-se e, no final dos 40 minutos, o empate a 74 pontos "forçou' um prolongamento de mais cinco minutos.

Nesse tempo extra, o Benfica foi mais lúcido no ataque ao cesto, e Joana Soeiro, com um triplo nos instantes finais, desequilibrou o encontro para a equipa "vermelha e branca', que com este triunfo vai poder marcar presença na final da Taça de Portugal, onde já estava o Vitória de Guimarães, que esta tarde venceu o GDESSA.

Jogo disputado no Pavilhão Fidelidade, em Lisboa.

União Sportiva - Benfica, 77-86.

Ao intervalo: 40-46.

Sob a arbitragem de Diogo Martins, Guilherme Viena e Marta Perdigão, as equipas alinharam e marcaram:

- União Sportiva (77): Raquel Laneiro (9), Nausia Woolfolk (28), Gabriela Paula (13), Sofia Ferreira e Vânia Sengo (3). Jogaram ainda: Ana Ramos (2), Emília Ferreira (5) e Aliyah Mazyck (17).

Treinador: Ricardo Botelho.

- Benfica (86): Joana Soeiro (18), Mariana Carvalho, Laura Ferreira (24), Japonica James (16) e Altia Anderson (15). Jogaram ainda: Marta Martins (9), Mariana Silva e Ana Barreto (4).

Treinador: Eugénio Rodrigues.

Marcha do marcador: 16-27 (10 minutos), 40-46 (intervalo), 59-60 (30), 74-74 (40) e 77-86 (45).

Assistência: jogo realizado à porta fechada devido à pandemia da covid-19.