Sacramento paga 1,5 M€ para Neemias ficar na NBA

Poste português vai continuar na melhor liga de basquetebol do mundo. Sacramento propôs-lhe novo contrato, garantindo direito de preferência.

Quase 1,5 milhões de euros anuais (mais precisamente 1 493 358) é o valor do contrato que os Sacramento Kings, da NBA, ofereceram a Neemias Queta para o português se manter ao serviço da equipa californiana. Mesmo em cima do início do mercado de "free agents" (agentes livres) da liga, que abre hoje, os Kings propuseram a Neemias um novo contrato "two way", semelhante ao que teve na última época, a primeira em que um basquetebolista português jogou na melhor liga do mundo.

Para o jogador, o contrato "two way" significa que poderá fazer um determinado número de jogos na G-League, a liga de desenvolvimento da NBA, e estar sempre disponível para ser chamado à equipa principal (também dentro de um limite de partidas), exceto nos play-offs, onde os Kings não chegam desde 2006; na perspetiva da franquia, esta foi uma jogada de antecipação, pois faz de Neemias Queta um "restricted free agent" (agente livre limitado), conferindo-lhe o direito de preferência sobre o poste luso caso outra equipa pretenda contratá-lo.

Será, no entanto, necessário que igualem essa proposta. Em simultâneo, os Kings mantêm um jovem valor que pode dar profundidade ao plantel e ajudar a dar tempo de descanso a Domantas Sabonis, contratado aos Indiana Pacers e que deverá ser primeira opção para o jogo interior.

Depois de uma temporada em que participou em 15 jogos por Sacramento (jogou mais pelos Stockton Kings, a "equipa B", da G-League), o jogador de 22 anos já sabe que vai continuar na NBA e que, na pior das hipóteses, vai auferir 1,5 M€ em 2022/23 - ainda assim, longe dos 17,5 M€ de Sabonis ou dos 28,8 M€ de DeAaron Fox.

Ontem, Sacramento anunciou o plantel para a "California Classic Summer League", uma liga de verão, onde consta o jogador português. Sábado, defrontam os campeões da NBA, Golden State Warriors; no domingo, os Miami Heat; e, na terça-feira, os LA Lakers.