FC Porto anuncia que falhará jogos com árbitros da final e admite suspender basquetebol

FC Porto perdeu o título na negra, sentindo-se prejudicado pela arbitragem

 foto LUSA

Em causa o quinto jogo da final do play-off, que resultou no título para o Sporting.

O FC Porto emitiu esta segunda-feira um comunicado sobre o futuro da secção de basquetebol, tendo em conta a final do play-off, perdida para o Sporting na negra e ao longo da qual os dragões se sentiram prejudicados pela arbitragem.

Assim, os portistas anunciaram que, na próxima temporada, não vão comparecer "em qualquer jogo para o qual sejam nomeados os árbitros envolvidos nestas decisões", continuando na Liga, mas admitindo "suspender a participação", no caso da presença dos referidos juízes.

No caso, os visados pela formação azul e branca, que lembrou "a gravidade dos erros de arbitragem cometidos em prejuízo do FC Porto no quinto jogo dessa final" e "o impacto que esses erros tiveram na atribuição do título campeão nacional", são Fernando Rocha, Paulo Marques (ambos da AB Porto) e Carlos Santos (AB Lisboa).

"Esta deliberação foi tomada levando em consideração a tradição da modalidade no clube, os seus adeptos e o comportamento de todo o plantel e equipa técnica em defesa dos superiores interesses do FC Porto", finalizam.

No quinto jogo da final do play-off, realizado no Pavilhão João Rocha, o Sporting sagrou-se campeão nacional ao fim de 39 anos de interregno, com o título a decidir-se desde a linha de lance-livre, depois de ter sido assinalada uma falta de Eric Anderson sobre Micah Downs num último suspiro. Para o FC Porto, que já não tinha tempo para reagir, imediatamente antes tinha ficado por marcar uma falta de James Ellisor sobre Garrett Nevels.

Comunicado do FC Porto

A Direção do FC Porto reuniu hoje, extraordinariamente, para deliberar sobre o futuro da secção de basquetebol, na sequência dos graves acontecimentos que marcaram a final do Playoff do campeonato nacional da modalidade.

Tendo em conta a gravidade dos erros de arbitragem cometidos em prejuízo do FC Porto no quinto jogo dessa final, e considerando o impacto que esses erros tiveram na atribuição do título campeão nacional, a Direção decidiu que na próxima temporada o FC Porto não comparecerá em qualquer jogo para o qual sejam nomeados os árbitros envolvidos nestas decisões, sem prejuízo, caso isso venha a acontecer, de suspender a participação na Liga Portuguesa de Basquetebol.

Esta deliberação foi tomada levando em consideração a tradição da modalidade no clube, os seus adeptos e o comportamento de todo o plantel e equipa técnica em defesa dos superiores interesses do FC Porto.