António Monteiro e os gestos no Dragão: "Não foram dirigidos aos adeptos do FC Porto"

António Monteiro na saída para os balnéarios

 foto Ivan del Val/Global Imagens

O gesto obsceno de António Monteiro frente ao FC Porto

Jogador foi desqualificado no clássico de terça-feira.

António Monteiro, extremo do Sporting que foi desqualificado no decorrer do jogo 2 das meias-finais contra o FC Porto, na noite de terça-feira, recorreu às redes sociais para se pronunciar sobre os gestos a caminho dos balneários, garantindo que "nunca foram dirigidos aos adeptos do FC Porto".

"Primeiramente pedir desculpa pelos gestos obscenos que aconteceram no jogo 2 das meias-finais dos play-offs. Depois queria aqui deixar claro que esses mesmos gestos nunca foram dirigidos aos adeptos do FC Porto ou à claque do FC Porto", escreveu.

"Tudo começou quando saía do balneário ao intervalo para o aquecimento, quando cerca de dois indivíduos desataram a ofender-me verbalmente e a cuspir-me. O mesmo voltou a acontecer quando fui expulso do jogo, na altura já de cabeça quente surgiu esse gesto nada bonito que de cabeça fria acho reprovável, mas quero dizer que esses gestos foram para esses dois indivíduos e nunca para os adeptos em geral do FC Porto que sempre me apoiaram enquanto representei o clube", contou ainda.

Monteiro, de 33 anos, cumpre a primeira temporada em Alvalade, tendo já representado o FC Porto num total de quatro épocas (não consecutivas). Também já jogou no Benfica, Penafiel, Libolo (Angola), Lusitânia e Imortal.

O FC Porto lidera as meias-finais do play-off por 2-0, mas o segundo encontro ficou marcado pelas faltas desqualificantes a Monteiro, João Fernandes e Rashard Odomes, durante o terceiro quarto.