Valerie Adams está de volta e será rival da portuguesa Auriol Dongmo

Valerie Adams está de volta e será rival da portuguesa Auriol Dongmo
Augusto Ferro

Tópicos

Melhor lançadora do século XXI, bicampeã olímpica e tetra mundial no peso, voltou à competição aos 36 anos e obteve o mínimo olímpico para Tóquio"20 à primeira tentativa

Valerie Adams é a maior lançadora do século XXI. Tem como recorde pessoal 21,24 metros, realizado no Mundial de Daegu, em 2011, e decidiu voltar depois de mais de um ano de afastamento. É este "monstro" competitivo, a maior figura desportiva feminina da Nova Zelândia, que a principal esperança portuguesa feminina do atletismo para os Jogos Olímpicos, a pesista Auriol Dongmo, vai ter pela frente.

Valerie Adams, agora com 36 anos, regressou em Hamilton e ambicionando logo o mínimo olímpico, de 18,50 metros. Fez 18,68 m!

Tendo-se estreado em 2004, irá a Tóquio fazer os quintos Jogos da carreira e pensando obviamente na quarta medalha olímpica. Adams é já a terceira mundial de 2021 no peso, atrás da portuguesa, que lidera, e da alemã Christina Schwanitz.

Valerie, irmã de outra figura do desporto mundial, Steven Adams, basquetebolista dos New Orleans Pelicans, mostrou-se confiante e recordou vários aspetos pessoais que a têm afetado, como ter sido mãe em 2017 e ter acompanhado a doença de um dos dois filhos - diabetes tipo I -, o que a tirou das pistas em 2019.

Superada essa fase e mudando de treinador, diz ter as bases para uma nova etapa da carreira. Querendo uma medalha olímpica, vai fazer subir a fasquia para a leoa Auriol.