"Mudei para um clube que acreditou que é possível ir mais além", explica Nélson Évora

"Mudei para um clube que acreditou que é possível ir mais além", explica Nélson Évora

No discurso de homenagem, Nélson Évora, em tom de boa disposição, disse que não há muitas pessoas com tão bom gosto quanto ele

Nélson Évora, que esta quarta-feira foi homenageado pelos 10 anos da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, integrada no programa 'Portugal sou eu', garantiu ser tão otimista ao ponto de já se estar a ver em Tóquio, em 2020.

No discurso de homenagem, Nélson Évora, em tom de boa disposição, disse que não há muitas pessoas com tão bom gosto quanto ele. Motivo pelo qual se mudou do Benfica para o Sporting.

"Mudei para um clube que acreditou que é possível ir mais além. Um clube que acreditou que não era o fim", realçou, destacando que não sofreu com o período conturbado vivido no Sporting e que culminou com a eleição de Frederico Varandas para a presidência.

O campeão olímpico foi claro: "Nós, os desportistas, temos de estar focados no nosso trabalho. Dentro de muito poucos anos o Sporting será a melhor marca a nível internacional. Frederico Varandas é o nosso presidente. Dou os parabéns a todos os sportinguistas que foram votar. É a prova que todos amam o seu clube. Não pude estar presente por questões profissionais. Sou otimista e sei que vai tudo correr bem".