Vera Nunes vence uma das corridas da Wings for Life

Vera Nunes vence uma das corridas da Wings for Life

Luís Pereira cortou a meta em segundo lugar na África do Sul.

A portuguesa Vera Nunes venceu a prova australiana da sexta edição da Wings for Life World Run, este domingo, iniciativa solidária que angariou mais de 3,5 milhões de euros para apoiar a investigação da cura de lesões na espinal medula.

Vera Nunes ganhou em Melbourne uma das muitas corridas que juntaram mais 120 mil atletas em várias partes do mundo, incluindo três em Portugal - Lisboa, Gaia e Lousada -, enquanto Luís Pereira foi segundo na África do Sul.

Vencedora global em 2018, a atleta do Benfica foi sexta neste ano, no conjunto das provas disputadas à mesma hora, ao percorrer pouco mais de 48 quilómetros. A russa Nina Zarina, que correu na Suíça, foi a vencedora, com 64,37 quilómetros, batendo a polaca Dominika Stelmach, que correu no Brasil, por 160 metros.

"O resultado acabou por me surpreender, pois estou a recuperar de uma lesão e sabia que não estava em condições de lutar pelo título. O frio que se fazia sentir acabou por ser um fator positivo face a um percurso difícil e muito pouco plano. Senti-me bem e corri muito mais quilómetros do que esperava", disse Vera Nunes.

Luís Pereira cortou a meta em segundo na África do Sul, depois de ter vivido em Pretória uma das provas mais quentes de domingo, com uma temperatura ambiente de 33 graus e alcançou a distância de 51,9 quilómetros.

Em masculinos, o russo Ivan Motorin ganhou com 64,37 quilómetros, impondo-se ao alemão David Schonherr, que completou 62,68 quilómetros. Luís Pereira completou 51,9 quilómetros.

Estas corridas não têm uma meta fixa, uma vez que os participantes são perseguidos por um carro meta que começa a andar 30 minutos depois da saída do pelotão, aumentado progressivamente a velocidade até apanhar o último corredor.