UTDP: Ricardo Silva perdeu-se no percurso mas ganhou

UTDP: Ricardo Silva perdeu-se no percurso mas ganhou

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Bruno Rodrigues

Tópicos

Ricardo Silva (EDV Viana Trail) perdeu-se no percurso, fez quatro quilómetros a mais e ainda assim venceu os 77 quilómetros da sexta edição do Ultra Trail Douro e Paiva.

Ricardo Silva venceu pela primeira vez a prova mais longa do Ultra Trail Douro e Paiva, corrida de montanha realizada no passado domingo, em Cinfães, no concelho de Viseu.

O atleta do EDV Viana Trail dominou a prova do princípio ao fim e nem um engano forçado no percurso, e que lhe viria a custar quatro quilómetros, o desviou da vitória. O veterano atleta de 38 anos demorou 8h37m para percorrer os 77 quilómetros (5100 metros de desnível positivo), cavando uma vantagem de quase uma hora e meia para o segundo classificado, Hélder Rocha (Douroconta). O engano no percurso explica-se pelo roubo de fitas por desconhecidos e que terá acontecido de madrugada. Foi o próprio atleta internacional português a alertar a organização que prontamente corrigiu a situação e veio a descobrir as fitas desaparecidas num amontoado. "Alguém arrancou as fitas por volta do quilómetro 25 e tive de andar para trás e para a frente para tentar encontrar o caminho. Regressei ao posto de abastecimento para me orientar e descobrimos depois o amontoado de fitas na beira de um caminho", contou-nos o militar da GNR que tem o trail como paixão. "Analisei os gráficos da prova e sabia que depois do quilómetro 34 haveria uns 30 quilómetros só com um posto de abastecimento. Durante este período fiz uma gestão muito controlada para chegar aqui em condições de vencer. O percurso é muito bonito, especialmente no Vale de Bestança, apesar de ser um rompe pernas", explica enquanto aguardava a cerimónia do pódio.

Nas mulheres, Jocelina Ferreira (Montanha CTR/Efapel) foi a mais veloz, batendo Maria Loureiro, atleta do AD Cabroelo, que vencera os 38 quilómetros da edição de 2016.

O percurso da variante mais longa desta edição assinalou um novo recorde na extensão (77 quilómetros) e no desnível de 5100 metros, levando os atletas a incursões por zonas menos exploradas da Serra de Montemuro, como as Fragas do Inferno ou as Portas de Montemuro.

As distâncias mais curtas tiveram como ponto alto a passagens muito técnicas pelo bonito Vale do Bestança, nas margens no Rio Paiva, um dos mais limpos da Europa.

Ana Silva foi uma das muitas estreantes encantadas pela beleza da região: "Corro há cinco anos e faço provas de estrada e de trail. Ouvi falar do UTDP por uma amiga que já tinha cá estado. Gostei muito da prova, as paisagens são de cortar a respiração, mas esta é uma prova dura, muito dura. Acho que poderia haver mais postos de abastecimento líquido", defende. A atleta de Ovar, não vinha só pelo turismo: "Corri a distância de 24 quilómetros e tinha a expectativa de conseguir um pódio no meu escalão, mas fiquei em 5.º lugar. Tenho noção de que o perdi na última subida. Para o ano vou regressar e tentar a distância mais longa de 44 quilómetros."

O Ultra Trail Douro e Paiva, com organização de André Oliveira e apoio institucional e logístico do Município de Cinfães, faz parte do Campeonato Nacional de Skyrunning e bateu este ano o recorde de inscrições e contou com um total 998 atletas na meta nas quatro distâncias competitivas de 77, 44, 24 e 16 quilómetros. A estes juntou-se ainda uma centena de participantes na caminhada de oito quilómetros.

Para além do UTDP, Cinfães vai organizar e receber ainda o Europeu de Corrida em Montanha, em 2020. Será a primeira vez que o país acolhe esta competição.

Classificações 77 km (59 terminadores em 125 que iniciaram)

Masculinos

1.º Ricardo Silva (EDV Viana Trail) 08:37:22

2.º Hélder Rocha (Douroconta) 09:59:39

3.º Pedro Batista (ARSM) 10:01:00

Femininos

1.ª Jocelina Ferreira (Montanha CTR/Efapel) 11:34:48

2.ª Maria Loureiro (AD Cabroelo) 13:33:01

3.ª Raquel Vasconcelos (No Tomorrow RT) 13:47:45

44 km (155 terminadores em 159 que iniciaram)

Masculinos

1.º Nélson Santos (Dão Nelas Runners) 04:28:14

2.º Nuno Nunes (individual) 04:43:37

3.º António Amorim (SC Espinho-Atletismo) 04:55:19

Femininos

1.ª Ângela Costa (Guimarunning) 06:21:58

2.ª Adriana Sousa (CR Candoso) 06:44:40

3.ª Ana Miranda (EDL Trail) 07:09:40

24 km (358 terminadores em 373 que iniciaram)

Masculinos

1.º Mário Fonseca (NAST) 02:06:31

2.º Paulo Mesquita (EDV Viana Trail) 02:16:07

3.º Agostinho Reis (individual) 02:19:11

Femininos

1.ª Andreia Almeida (Fridão Sem Limites) 02:59:58

2.ª Bárbara Fernandes (Montanha CTR/Efapel) 03:01:06

3.ª Ana Sousa (Team Lantemil) 03:01:08

16 km (426 terminadores em 430 que iniciaram)

Masculinos

1.º Nélson Loureiro (individual) 01:14:12

2.º Paulo Moreira (Aliados Trail Running Team) 01:21:35

3.º Francisco Figueiredo (individual) 01:21:41

Femininos

1.ª Ana Botelho (Cinfães a Correr) 01:39:26

2.ª Célia Neto (Paços Runners) 01:39:55

3.ª Eva Carneiro (Paços Runners) 01:46:21