Samuel Remédios bate recorde nacional de heptatlo que tinha 18 anos

Samuel Remédios bate recorde nacional de heptatlo que tinha 18 anos

O atleta da Juventude Vidigalense está em nono no ranking mundial, mas desperdiçou este domingo a oportunidade de subir à liderança.

Samuel Remédios (Juventude Vidigalense) bateu este domingo o recorde nacional de heptatlo em pista coberta, que pertencia a Mário Aníbal, seu treinador, desde 2000.

Em Pombal, Remédios, de 25 anos, somou 5 980 pontos, mais 50 do que o seu antecessor, ao vencer seis das sete provas nos dois dias de competição, e obteve 5 980 pontos, ficando próximo da melhor marca mundial do ano.

"Estou feliz por acabar de bater o recorde nacional, mas não acabei da melhor maneira porque na última prova [1 000 metros] quebrei bastante e se tivesse feito um tempo de 2m48s tinha dado uma marca no ranking mundial, mas isso não aconteceu", disse aos jornalistas.

Samuel Remédios vai agora esperar para ver se é um dos atletas convidados pela organização do Campeonato do Mundo de Birmingham.

Caso se concretize a sua participação, o atleta da Juventude Vidigalense disse que vai lutar por ser um dos finalistas do Campeonato do Mundo, "se não, é trabalhar para os Campeonatos da Europa", que se realizam em agosto.

"Ser líder do ranking mundial podia ter sido hoje [domingo] um sonho tornado realidade, mas tenho de ficar contente por ter batido recorde o nacional e três ou quatro recordes pessoais neste fim de semana", disse o atleta.

Apesar do resultado, o treinador Mário Aníbal considera que Samuel Remédios "perdeu uma oportunidade de fazer uma marca na casa dos 6 100 pontos, que às vezes não se podem perder".

"Estou sempre à espera que haja aquele momento de superação na última prova. Dei-lhe a indicação que tinha de fazer 2m48s, fazia 6 076 pontos e era o líder mundial", disse o técnico.

"Acredito e sei que ele tentou fazer 2m48s e não conseguiu. Ter batido o recorde nacional, pessoal e uma marca próximo dos 6 000 pontos deixa-me satisfeito, mas não estou totalmente porque sei que ele podia ter sido melhor", acrescentou.