Luís Saraiva e Neide Dias vencem corta-mato Cidade de Amora

Luís Saraiva e Neide Dias vencem corta-mato Cidade de Amora

Na competição masculina, o principal favorito era António Silva, do Sporting, que andou sempre na frente da corrida, mas nos metros finais não conseguiu desenvencilhar-se do jovem Luís Saraiva.

Luís Saraiva, do Braga, e Neide Dias, do Benfica, foram hoje os vencedores das provas principais da 29.ª edição do corta-mato Cidade de Amora, primeira prova de observação para o Europeu da especialidade.

Na competição masculina, o principal favorito era António Silva, do Sporting, que andou sempre na frente da corrida, mas nos metros finais não conseguiu desenvencilhar-se do jovem Luís Saraiva, que o derrotou mesmo em cima da meta.

O atleta bracarense foi cronometrado com o tempo de 27.28 minutos, tendo sido atribuído mais um segundo ao sportinguista, enquanto o terceiro classificado foi Marco Teixeira, do Vitória de Setúbal, com 27.49 minutos.

"Estava a contar com mais atletas a lutarem pelo triunfo, de resto foi o que esperava poder vir a fazer, apesar de ter tido um pequeno percalço durante a semana, a nível respiratório, do qual me ressenti um pouco nesta corrida. O meu objetivo principal nesta fase é lutar por um lugar na seleção para o Europeus de corta-mato", disse o bracarense.

Neide Dias, que chegou na sexta-feira de Luanda (onde reside e dá aulas), venceu a prova de 7.500 metros em 28.06 minutos, derrotando a algarvia Vera Fernandes, da Associação Académica da Bela Vista (29.00), e de Joana Ramalho, da Run Tejo (30.19).

"Há dois dias estava em Luanda, com calor, e agora senti um pouco o frio, mas senti-me muito bem ao longo da corrida, sendo este triunfo muito positivo", disse a atleta, que tem muitas provas portuguesas na agenda, para além das principais competições do clube que representa.

Nota ainda para os vencedores dos escalões de sub-23, Filipe Fialho, do Benfica, e Manuela Martins, do Maratona.

Realizou-se pela primeira vez em Portugal uma prova de corta-mato de 1.500 metros, para primeira observação de atletas que possam integrar a equipa mista portuguesa para o Europeu de corta-mato, registando-se os triunfos de Emanuel Rolim, do Benfica, e Olga Serbyn, do Fátima.