Ghirmay Ghebreslassie e Mary Keitany triunfam na Maratona de Nova Iorque

Ghirmay Ghebreslassie e Mary Keitany triunfam na Maratona de Nova Iorque

O eritreu Ghirmay Ghebreslassie venceu este domingo pela primeira vez a Maratona de Nova Iorque, com a queniana Mary Keitany a somar o terceiro triunfo consecutivo na prova.

Aos 20 anos, Ghirmay Ghebreslassie, campeão mundial da distância em 2015 e quarto classificado nos Jogos Olímpicos Rio'2016, impôs-se pela primeira vez em Nova Iorque, com o tempo de 02:07.51 horas.

O eritreu superou o queniano Lucas Rotish, segundo a 01.01 minutos, e norte-americano Abdi Abdirahman, terceiro a 03.33 minutos. O campeão em título, o queniano Stanley Biwott, desistiu.

No setor feminino, Mary Keitany subiu ao primeiro lugar do pódio pelo terceiro ano consecutivo, ao correr a maratona em 02:24.26 horas, a menos de dois minutos do recorde da prova (02:22.31 horas), estabelecido em 2003 pela sua compatriota Margaret Okayo.

A queniana relegou para o segundo lugar outra compatriota, Sally Kipyego, que cumpriu a distância em 02:28.03 horas, com a norte-americana Molly Huddle a completar o pódio, ao ser terceira com a marca de 02:28.13.

Keitany, segunda atleta mais rápida na história na maratona a seguir à britânica Paula Radcliffe, é a primeira a conquistar três vitórias consecutivas em Nova Iorque desde a norueguesa Grete Waitz, invencível entre 1982 e 1986.