Aperte as sapatilhas: tem 15 horas para fazer 100 quilómetros

Aperte as sapatilhas: tem 15 horas para fazer 100 quilómetros

A prova terá lugar em Lousada a 2 de abril. E as inscrições estão abertas

Correr 100 quilómetros pode parecer muito. É muito, mas ainda assim é um objetivo a que muitos se dizem não por esse mundo fora. O mais rápido a consegui-lo foi um japonês, de nome Takahiro Sunada, que cumpriu a distância em 6h13m33s, mas, em abono da verdade, não é preciso ser-se tão rápido para cumprir o objetivo da centena de quilómetros.

Portugal terá a sua primeira prova de 100 quilómetros a 2 de abril, desenhada num circuito de 2,3 quilómetros em Lousada - com esse atrativo de incluir a pista de atletismo do Complexo Desportivo - e com uma única regra imposta aos que se aventurarem em incluir no currículo o raro momento de cumprir a distância: 15 horas é o tempo limite. Claro que não será por um par de minutos a mais que ficará sem meta e medalha.

A organização da primeira prova do género em Portugal está entregue à dupla que organizou as 24 Horas de Portugal em 2014 e 2015, Vítor Dias e João Paulo Meixedo, os primeiros a garantirem que o espírito de Vale de Cambra é o mesmo que se viverá em Lousada a 2 de abril entre as 9 horas e a meia-noite daquele sábado. Mas há mais, porque se uma centena de quilómetros no máximo de 15 horas pode parecer distância a mais e tempo a menos, a organização oferece ainda outras duas oportunidades de fazer-se à estrada: uma maratona com um tempo limite de seis horas (nada de especial, portanto) e ainda esses mesmos 42,195 quilómetros para serem cumpridos em estafetas de três pessoas.

A primeira fase de inscrição encerra este domingo, a lista de inscritos já alcançou os 150 participantes e o limite está fixado nos 250 corredores. A prova, acrescente-se, tem o apoio da Câmara Municipal de Lousada e do Grupo Dramático e Recreativo de Retorta.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.