Europeu de corta-mato: seis atletas já estão selecionados

Europeu de corta-mato: seis atletas já estão selecionados

Portugal, como país anfitrião, aponta para um número máximo de atletas, ou seja seis em cada género para sub-20, sub-23 e seniores, e quatro para a estafeta (dois femininos e dois masculinos)

Seis atletas já estão selecionados para o Europeu de corta-mato, que vai decorrer em Lisboa em 8 de dezembro, e outros seis pré-selecionados terão de demonstrar "bom estado de forma" nas competições de novembro.

Dulce Félix (na foto), Catarina Ribeiro e Salomé Rocha são as atletas que a Federação Portuguesa de Atletismo quer ver desde já na seleção, cujos critérios de escolha foram hoje divulgados. Também selecionados, desde já, Etson Barros (sub-20), Mariana Machado (sub-20) e Marta Pen, para as estafetas, desde que em dezembro estejam "fisicamente aptos para dar o contributo à equipa nacional".

Os pré-selecionados são Inês Monteiro, Jessica Augusto, Sara Moreira, Rui Pinto, Samuel Barata e Rui Teixeira.

Portugal, como país anfitrião, aponta para um número máximo de atletas, ou seja seis em cada género para sub-20, sub-23 e seniores, e quatro para a estafeta (dois femininos e dois masculinos).

Os atletas que não estão selecionados ou pré-selecionados terão prova de observação/seleção, que fica desde já fixada para 23 de novembro, podendo ainda a direção técnica escolher dois atletas.

A exceção dá-se para os seniores femininos, cuja equipa será eventualmente completada por proposta do técnico nacional do setor.

Na estafeta, a proposta é juntar a Marta Pen os vencedores de uma prova de 1.500 metros apenas, a realizar no crosse da Amora, sendo o outro elemento selecionado pelos responsáveis técnicos.

Os critérios de seleção frisam ainda, entre outros aspetos, que a presença dos atletas convocados é obrigatória, levando a ausência injustificada à suspensão de todos os apoios ao atleta e treinador.