Trio de campeões da Europa de atletismo regressou a Portugal

Trio de campeões da Europa de atletismo regressou a Portugal
Redação

Tópicos

Pichardo, Mamona e Auriol Dongmo aterraram no Aeroporto Humberto Delgado com o melhor resultado de sempre de Portugal em Europeus de pista coberta na bagagem

A comitiva portuguesa participante nos Campeonatos Europeus de atletismo em pista coberta, na qual integram os medalhas de ouro Pedro Pichardo, Patrícia Mamona e Auriol Dongmo, aterraram, esta segunda-feira, em Lisboa.

Os atletas portugueses e campeões europeus nas respetivas vertentes, em Torun, na Polónia, foram recebidos no Aeroporto Humberto Delgado por poucas pessoas, devido às restrições impostas pela pandemia de covid-19, mas sob palmas e gritos de celebração.

Pedro Pichardo, aleta luso-cubano do Benfica, conquistou a medalha de ouro com uma marca de 17,30 metros, alcançada logo no primeiro ensaio da final masculina do triplo salto.

Patrícia Mamona, atleta do Sporting, colocou a medalha de ouro ao pescoço - a segunda da portuguesa em competições internacionais - ao "voar" 14,53 metros na final feminina do triplo salto.

Auriol Dongmo, atleta luso-camaronesa do Sporting, recebeu a medalha de ouro na final do lançamento do peso dado o arremesso de 19,34 metros, num concurso em que lançou, à exceção do primeiro e último ensaio, acima dos 19 metros.

Pela primeira vez na história, o hino de Portugal ecoou três vezes num Europeu de pista coberta dada a conquista de igual número de medalhas de ouro. Em 1996, na Suécia, "só" Fernanda Ribeiro e Carlos Sacramento subiram ao topo do pódio.

Nos Campeonatos Europeus de Atletismo de 2020, realizados em Torum (Polónia) apenas a Holanda obteve maior número de medalhas face a Portugal: no total, os atletas do país das tulipas amealharam quatro condecorações.