Pedro Pichardo sagra-se campeão europeu de triplo salto

.

 foto AFP

.

 foto AFP

.

 foto AFP

Saltador português junta o título europeu ao olímpico e mundial.

Pedro Pichardo, conseguiu, aos 29 anos, o título que lhe faltava ao ar livre, ao vencer o triplo salto do Campeonato da Europa que se está a realizar em Munique, Alemanha. O saltador do Benfica, campeão olímpico há um ano, em Tóquio, e campeão mundial no passado dia 23 de julho, em Eugene, Estados Unidos, sucedeu a Nelson Évora, que detinha o título europeu desde 2018, ao atingir os 17,50 metros no seu melhor salto.

Foi um concurso sem grande emoção, pois todos os rivais de Pichardo estiveram muito longe, incluindo o outro português, Tiago Pereira, que foi oitavo, com 16,60 metros.

Já Pichardo fez 17,05 metros no primeiro salto e assegurou de vez o ouro com 17,50m à segunda tentativa, com toda a concorrência abaixo dos 17 metros até perto do final. O campeão português abdicou até dos quarto e quinto saltos, reservando-se para o último.

O francês Jean-Marc Pontvianne ainda subiu a segundo ao conseguir 16,94 metros ao terceiro salto, com o italiano Andrea Dallavalle a responder no quinto com 17,04m.

As marcas ficaram todas distantes das vistas há um mês no Mundial, que Pichardo ganhara com 17,95 metros, mas dentro do habitual para os Europeus. Em 2018, Nelson Évora fora campeão com 17,10 metros e em 2016 o alemão Max Hess ganhara com 17,20.

Para Portugal foi a segunda medalha do atletismo nos Europeus que juntam várias modalidades em Munique, depois da prata de Auriol Dongmo no lançamento do peso. As equipas nacionais têm ainda um ouro no ciclismo de pista, com Iúri Leitão.