Três acusados no caso 'Cashball' vão a julgamento, avança a CNN

Três acusados no caso 'Cashball' vão a julgamento, avança a CNN
Redação

Tópicos

João Gonçalves, Paulo Silva e Gonçalo Rodrigues terão, entende o juiz, concretizado esquema de corrupção em 2017

Os empresários João Gonçalves e Paulo Silva e Gonçalo Rodrigues, ex-funcionário do Sporting, todos arguidos no processo 'Cashball', foram pronunciados pelo Tribunal de Instrução Criminal do Porto para irem a julgamento, avançou a CNN Portugal.

João Gonçalves, Paulo Silva e Gonçalo Rodrigues, indiciados num total de 14 crimes, terão, entende o juiz encarregue, levado a cabo um esquema de corrupção com o intuito de beneficiar o Sporting no decurso do campeonato de andebol, em 2017.

A investigação deste caso, terminada no fim de novembro de 2021, dois anos após ter sido iniciada, apurou, segundo um relatório, que Paulo Silva, empresário que denunciou o caso, ofereceu 2. 500 euros a dois árbitros para que estes favorecessem, em 2017, o Sporting em jogos com o ABC de Braga e com o FC Porto.

O emblema de Alvalade não foi pronunciado na acusação feita e André Geraldes, diretor geral leonino na altura do espoletar do caso judicial, foi ilibado.