Sucessor de Thierry Anti no comando técnico do Sporting está definido

Sucessor de Thierry Anti no comando técnico do Sporting está definido
Rui Guimarães

Tópicos

Francês Thierry Anti optou por "voltar a casa, para junto da família", rescindindo um contrato que durava até 2020/21. Rui Silva vai suceder-lhe.

Rui Silva, jovem treinador de 36 anos, será o sucessor de Thierry Anti no comando técnico do Sporting. O francês foi anunciado como estando de saída do Pavilhão João Rocha e os dirigentes leoninos irão encetar conversações com o adjunto de Anti para este assumir a formação verde e branca.

"As pessoas são extraordinárias, foi uma bela experiência, mas optei por voltar para casa, para junto da minha família. Foi um prazer treinar os jogadores do Sporting", referiu Thierry Anti, de 61 anos.

A saída de Anti, precipitada pelo final do campeonato devido à covid-19, já tinha sido badalada em fevereiro, mas na altura assegurou que iria cumprir o contrato com os leões até junho de 2021. Agora, na hora da despedida, Anti deixou uma palavra de agradecimento aos adeptos, considerando-os "fantásticos".

Rui Silva, que foi o escolhido para ser o adjunto de Anti, deve agora ser o eleito para dar continuidade ao trabalho, ele que, antes de chegar a Alvalade, esteve quatro épocas no ISMAI, tendo alcançado a melhor classificação de sempre do clube (oitavo lugar). De resto, quando José António Guimarães, diretor do andebol do Sporting, contratou Silva, não o fez apenas para este ajudar o gaulês no conhecimento da modalidade em Portugal, mas já com a intenção de poder vir assumir o cargo técnico mais alto, embora isto estivesse pensado só para 2021/22, uma vez que Anti assinara pelos leões por duas temporadas.

Rui Silva, natural do Porto, começou a carreira no CPN, aos 18 anos, como treinador de iniciados, depois treinou os infantis do Sporting de Espinho, passando a trabalhar com seniores: Feirense (dois anos), Dragon Force (um ano), e adjunto de Ljubomir Obradovic no último ano do sérvio no FC Porto, onde conquistou o "hepta". Pelo meio ainda esteve três anos a trabalhar em Resende para a Federação.