Miguel Laranjeiro: "Organização do Euro 2028 de andebol será momento de afirmação"

Miguel Laranjeiro: "Organização do Euro 2028 de andebol será momento de afirmação"
Redação com Lusa

Tópicos

Presidente da Federação Portuguesa de Andebol espera que 2008 traga a "maior festa da modalidade"

O presidente da Federação de Andebol de Portugal (FAP), Miguel Laranjeiro, afirmou hoje que a organização conjunta do Europeu 2028, com a Espanha e a Suíça, "será um momento de grande afirmação do andebol nacional".

Miguel Laranjeiro considerou, em declarações aos canais da FAP, que o Europeu2028 "colocará Portugal, mais uma vez, na organização do maior evento europeu", pelo que é com "um sentimento de grande satisfação e orgulho" que está envolvido na sua preparação com a Espanha e a Suíça.

O dirigente está convicto de que "esta competição irá contribuir decisivamente, nos próximos anos, para um aumento da prestação desportiva e organizativa" da FAP e convidou "toda a comunidade do andebol" a participar em 2028 "na maior festa da modalidade".

A proposta ibérica para organizar o Europeu2028 foi alargada à Suíça, que desistiu da sua candidatura a solo, e o projeto, que é o único submetido à eleição definitiva no congresso em 20 de novembro, em Viena, mereceu já a aprovação por unanimidade do comité executivo da EHF.

O projeto conjunto de Portugal, Espanha e, agora, Suíça será o único que comparecerá à eleição, na capital austríaca, uma vez que a outra candidatura defendida conjuntamente pela Dinamarca, Suécia e Noruega foi retirada, conforme confirmou o organismo.

"Os três países encaram a candidatura conjunta como uma opção para sublinhar a sua vontade de fazer do Europeu de 2028 um evento de destaque, apresentando o icónico Estádio Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid, como um possível local para o último fim de semana da prova", refere em comunicado a EHF.

O comité executivo da EHF aprovou por unanimidade a nova candidatura conjunta, que inclui também o Palau San Jordi, em Barcelona, o estádio Wanda Metropolitano, em Madrid, e o Palexpo, em Genebra, como cenários possíveis para o último fim de semana da competição.

A mudança alterou a situação geral das propostas para os campeonatos da Europa de andebol em 2026 e 2028, já que Portugal e Espanha tinham concorrido com uma candidatura conjunto para o torneio masculino de 2028 e a Suíça estava a concorrer para os de 2026 e 2028.

O congresso extraordinário da EHF em 20 de novembro, em Viena, terá em cima da mesa apenas uma candidatura para cada uma das quatro nomeações continentais que deverá atribuir:

Europeu2026 masculino (de 15 de janeiro a 01 de fevereiro): Dinamarca-Suécia-Noruega.

Europeu2026 feminino (de 03 a 20 de dezembro): Rússia.

Europeu2028 masculino (de 13 a 30 de janeiro): Espanha-Portugal-Suíça.

Europeu2028 feminino (de 30 de novembro a 17 de dezembro): Noruega-Dinamarca-Suécia.