Magnus Andersson é o novo treinador do FC Porto

Magnus Andersson é o novo treinador do FC Porto
Rui Guimarães

Tópicos

Andersson, de 51 anos, esteve no Dragão Caixa ao serviço do Goppingen a 19 de fevereiro do ano passado na fase de grupos da Taça EHF, prova que viria a ganhar

O sueco Magnus Andersson, um dos jogadores mais bem sucedidos da história do andebol - duas vezes campeão do Mundo e quatro vezes campeão da Europa, tendo ainda três medalhas de prata em Jogos Olímpicos - será o treinador do FC Porto nas próximas duas temporadas. Embora já tenha assinado, o técnico nórdico, que na época passada venceu a Taça EHF com os alemães do Goppingem, só orientará a equipa na próxima ano e, como o dinamarquês Lars Walther já deixou o clube, será Carlos Martingo, que esta terça-feira faz o último jogo pelo Avanca, a orientar os dragões no que resta da presente campanha, estando no banco já neste sábado, para o clássico com o Sporting, referente à quinta jornada da fase final do Andebol1. Depois, Martingo será o técnico-adjunto de Magnus Andersson, funções que já havia desempenhado no FC Porto, quando o líder era o sérvio Ljubomir Obradovic.

Andersson, de 51 anos, esteve no Dragão Caixa ao serviço do Goppingen 19 de fevereiro no ano passado, quando, na fase de grupos da Taça EHF, derrotou a futura equipa, por 31-27. Mais tarde, a 1 de abril, na Alemanha, nova vitória, por 30-28. Ricardo Costa cumpria então a segunda temporada como técnico nos azuis e brancos, finda a qual, sem qualquer troféu conquistado nesse período, deixou o cargo, entrando o dinamarquês Lars Walther, que está agora de saída.

Magnus Andersson, treinador campeão dinamarquês em 2008 e vencedor a Taça em 2010 ao serviço do FCK Handbold, era um dos centrais da fantástica geração sueca dos anos 90/2000, tendo somado 307 internacionalizações, somado 922 golos e sido eleito o melhor jogador do Campeonato da Europa de 1994 jogado em Portugal.