FC Porto é pentacampeão

Ao vencer, esta sexta feira, o Benfica por 26-23, o FC Porto sagrou-se pentacampeão nacional de andebol, o que acontece pela primeira vez na história dos portistas.

Os dragões repetem um feito que só havia sido conseguido pelo Sporting entre 1968/69 e 1972/73.

O FC Porto esteve em desvantagem até aos oito minutos de jogo, conseguindo a igualdade aos oito minutos e mantendo o equilíbrio ao longo de toda a primeira a parte.

Na segunda metade do jogo e, apesar de uma defesa nem sempre eficaz, os portistas foram superiores e aos 55 minutos conseguiram, pela primeira vez, os três golos de vantagem para os encarnados.

Wilson Davyes com sete golos em oito remates e Ricardo Moreira com dez golos em treze remates foram as grandes figuras do jogo.

O treinador dos dragões Ljubomir Obradovic não escondeu a satisfação com os resultados, aproveitando para agradecer a todo o grupo e admitiu ainda que para o ano quer voltar a vencer. "O FC Porto é um justo vencedor. Cinco títulos não chegam, temos que continuar", afirmou Obradovic.

Ao vencer, esta sexta feira, o Benfica por 26-23, o FC Porto sagrou-se pentacampeão nacional de andebol, o que acontece pela primeira vez na história dos portistas.

Os dragões repetem um feito que só havia sido conseguido pelo Sporting entre 1968/69 e 1972/73.

O FC Porto esteve em desvantagem até aos oito minutos de jogo, conseguindo a igualdade aos oito minutos e mantendo o equilíbrio ao longo de toda a primeira a parte.

Na segunda metade do jogo e, apesar de uma defesa nem sempre eficaz, os portistas foram superiores e aos 55 minutos conseguiram, pela primeira vez, os três golos de vantagem para os encarnados.

Wilson Davyes com sete golos em oito remates e Ricardo Moreira com dez golos em treze remates foram as grandes figuras do jogo.

O treinador dos dragões Ljubomir Obradovic não escondeu a satisfação com os resultados, aproveitando para agradecer a todo o grupo e admitiu ainda que para o ano quer voltar a vencer. "O FC Porto é um justo vencedor. Cinco títulos não chegam, temos que continuar", afirmou Obradovic.