Atleta do FC Porto e a aula de ginástica aos vizinhos: "Abdominais, pediram para não fazer muito"

Atleta do FC Porto e a aula de ginástica aos vizinhos: "Abdominais, pediram para não fazer muito"

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Alcides Freire/Vanda Pinto/Rui Guimarães

Tópicos

O JOGO falou com o andebolista do FC Porto.

Victor Iturriza, andebolista do FC Porto, aproveitou a quarentena para "juntar" os vizinhos e dar-lhes uma aula de fitness que acabou por se tornar viral no sábado. O JOGO falou com o cubano para perceber como surgiu a ideia, a recetividade (ou não) dos vizinhos e como está a situação no seu país natal.

Como surgiu a ideia?

"Desde o início da quarentena que faço o meu treino diariamente no meu terraço. Após vários dias, depois de um treino, foi-me proposto realizar uma aula para todos os vizinhos. Aceitei o desafio e depois desse dia estamos a realizar uma hora de ginástica diária. Cumprindo claro todas as indicações/normas da DGS".

És professor ou aceitaste o desafio por seres atleta?

"Aceitei o desafio por ser atleta e fazer aquilo que mais gosto, partilhando isto com todos".

Qual a primeira reação das pessoas?

"Foi muito boa, embora no primeiro dia tenha existido alguma resistência por parte de alguns vizinhos, pois não estavam à espera. Nos dias seguintes a adesão foi maior".

De que forma estás a ajudar?

"Além da atividade física, penso que a maior ajuda será o facto de ser mais fácil ultrapassar a necessidade deste isolamento social, que esta pandemia exige".

NÃO SAIA DE CASA, LEIA O JOGO NO E-PAPER. CUIDE DE SI, CUIDE DE TODOS

Vai ser o prédio em melhor forma?

"Espero que sim, porque juntos somos mais fortes e no final seremos sem dúvida vizinhos mais unidos".

Qual o exercício que não gostam tanto e quem escolhe a música?

"Sem dúvida abdominais (até pediram para não fazer muito). A música fica a cargo de um vizinho, o Bilo, pois todos participam".

O que está ser mais difícil neste período de isolamento?

"O facto de não conseguir treinar da maneira a que o corpo está habituado, de não existir o treino coletivo, competições... Na verdade, a falta dos colegas de equipa, ou simplesmente poder ir tomar café".

Como está a situação em Cuba?

"Há sensivelmente uma semana entrou o vírus em Cuba por cidadãos italianos, hoje são conhecidos 119 casos e já se cumprem medidas de isolamento. Agora falamos diariamente, com o facto de permanecer mais em casa e com esta situação de pandemia mundial partilhamos mais informação. Alerto com frequência o facto de aqui em Portugal a pandemia ter chegado mais cedo e algumas medidas de prevenção".