Sporting garante mais um pivô gigante: 2,02 metros e 100 quilos

.

 foto Tony Dias/Global Imagens

Tendo em conta as saídas de Daniel Andrejew, Dmytro Doroshchuk e do internacional português Tiago Rocha, os verdes e brancos vão somar o pivô francês ao já garantido Jonas Tidemand

Apesar da saída de José António Guimarães do cargo de diretor do andebol - função entregue ao antigo central Carlos Carneiro, que deixará de ser técnico dos juniores e equipa B -, o Sporting continua ativo do mercado e, sabe O JOGO, o pivô francês Rémi Leventoux, de 29 anos, 2,02 metros e 100 quilos, será reforço da equipa comandada por Rui Silva.

Após o lateral direito Miguel Baptista, o central espanhol Natan Suaréz e o pivô dinamarquês Jonas Tidemand, esta é a quarta aquisição conhecida dos verdes e brancos para 2021/22. Os dois últimos reforços são para o posto específico de pivô, rendendo o alemão Daniel Andrejew, o ucraniano Dmytro Doroshchuk e o internacional A português e grande referência da modalidade, Tiago Rocha. Ou seja, são três saídas, "cobertas" por Jonas Tidemand, Rémi Leventoux e, tudo indica, conforme O JOGO também já adiantou, pelo georgiano Erekle Arsenashvili, que deixará o ABC e o pavilhão Flávio Sá Leite para rumar ao Sporting e ao "João Rocha".

Rémi Leventoux jogou no Fenix Toulouse nas duas últimas épocas, onde foi colega do lateral esquerdo Gonçalo Vieira, que os leões vão manter mais um ano emprestado ao emblema gaulês.

De resto, Rémi tem já um currículo bastante interessante, tendo representado Pontault (França), TV Neuhausen (Alemanha), Saintes (França), Montpellier (França) e Chartres (França). Durante estas passagens por diferentes clubes, o gigante de 2,02 metros ganhou duas ligas francesas (2010/11, 2011/12), duas Taças de França (2011/12, 2012/13), duas Taças da Liga de França (2010/11, 2011/12) e duas Supertaças de França (2010 e 2011).