Adeptos gregos agredidos perto do pavilhão João Rocha: Sporting "condena de forma veemente"

Adeptos gregos agredidos perto do pavilhão João Rocha: Sporting "condena de forma veemente"
Redação

Tópicos

Emblema leonino reage em comunicado ao episódio ocorrido nas imediações do pavilhão João Rocha, em que um grupo de dez adeptos gregos foi agredido "por outro grupo de adeptos".

Em comunicado no site oficial, já na madrugada desta quarta-feira, o Sporting deu conta de episódios de violência para com o grupo de dez adeptos gregos do AEK HC - clube que os leões venceram por 31-30 na Liga Europeia de andebol - que se fizeram deslocar até Lisboa para apoiar a sua equipa, nas imediações do Pavilhão João Rocha.

No mesmo comunicado, o emblema verde e branco aproveita para condenar "de forma veemente este episódio", no qual o grupo de adeptos foi "agredido depois de abandonar o recinto por um grupo de outros adeptos", e garantir que "prestará todo o apoio necessário às autoridades competentes de forma que sejam apuradas responsabilidades".

Leia o comunicado na íntegra:

"O Sporting Clube de Portugal venceu esta noite o AEK HC, por 31-30, assumindo a liderança do Grupo D da EHF European League de andebol.

O que deveria ser uma noite de celebração de mais um êxito Leonino, acabou, lamentavelmente, com episódios de violência nas imediações do Pavilhão João Rocha.
Um grupo de dez adeptos gregos, que se deslocou a Lisboa para apoiar a sua equipa, foi agredido depois de abandonar o recinto por um grupo de outros adeptos, sendo posteriormente protegidos dentro do pavilhão.

O Sporting CP condena de forma veemente este episódio e prestará todo o apoio necessário às autoridades competentes de forma que sejam apuradas responsabilidades. O Clube repudia estes comportamentos, que estão nos antípodas daquilo que é a sua crença de como se deve estar e viver o Desporto."