"Experiência científica ajudará a melhorar arbitragem"

"Experiência científica ajudará a melhorar arbitragem"

A Ciência da Arbitragem em Portugal, publicação que reúne um conjunto de estudos universitários sobre o setor, vai marcar o desempenho da profissão no futuro do futebol, considerou esta sexta-feira Vítor Pereira.

Em declarações à agência Lusa, o presidente do conselho de arbitragem da federação entende que este é um "contributo único" do saber universitário e que vai permitir "melhorar a arbitragem através do conhecimento".

"Este livro é o reflexo de 15 anos de investigação científica sobre a arbitragem, com 20 estudos efetuados em Portugal por muitas universidades do país, de norte a sul. Tem seis áreas e vai desde a psicologia à sociologia, passando pela gestão, tomada de decisão ou desempenho dos árbitros", explica.

Vítor Pereira entende que agora é fundamental que "o associativismo esteja aberto, disponibilize os seus recursos e tenha abertura de espirito e coragem para as alterações regulamentares e operacionais" que se impõem mediante as conclusões validadas cientificamente.

"Os nossos árbitros estão disponíveis a contribuir para estes estudos que resultaram em diversas teses de dissertação de mestrado, doutoramento e pós doutoramento. Um conjunto de estudo com rigor científico", vincou.

Perante isso, o dirigente mostrou "disponibilidade para aceitar, aprender, alterar, ajustar os planos de ação e intervenção", pois, recorda, "trata-se de estudos do nosso tempo, contexto, com os nossos árbitros, a nossa estrutura organizacional".

"Estamos muito satisfeitos com este livro. É um marco na arbitragem", concluiu.