Clubes credores do Totobola querem reunir-se com a FPF

Clubes credores do Totobola querem reunir-se com a FPF

O presidente da Oliveirense, José Godinho, anunciou esta segunda-feirs que alguns clubes das I e II ligas irão solicitar uma reunião à Federação Portuguesa de Futebol no sentido de agilizar o pagamento das verbas do Totobola de que são credores

Uma dúzia de emblemas dos campeonatos profissionais reuniram-se em Oliveira de Azeméis, onde reclamaram as verbas acordadas no âmbito do protocolo com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, que explora aquele jogo de sorte.

"Tendo em conta que os clubes só podem competir se reunirem os pressupostos financeiros para tal, é natural que os mesmos clubes exijam o cumprimento do que está estabelecido", disse José Godinho.

Para tal, segundo o presidente da Oliveirense, "o primeiro passo decidido remete para a marcação de uma reunião com Fernando Gomes, presidente da Federação, da qual ficam dependentes outros passos".

No encontro desta tarde estiveram representados Arouca, Gil Vicente (I Liga), Ac. Viseu, Atlético, Aves, Tondela, Feirense, Trofense, Portimonense, Santa Clara, Covilhã e Oliveirense (II Liga).

O Moreirense, outra das equipas credoras do Totobola, anunciou previamente que não estaria presente, devido à impossibilidade de o seu presidente se deslocar a Oliveira de Azeméis.