"Mal educados já tivemos suficientes"

"Mal educados já tivemos suficientes"

Selecionador nacional adiantou que quando der uma entrevista vai pôr "os nomes às coisas".

Paulo Bento prometeu pormenorizar algumas críticas que fez ao longo do Europeu como por exemplo quando afirmou que estava à espera que alguns portugueses estivessem com o cachecol da República Checa. "Explicarei tudo e colocarei os nomes nas coisas, e não vai demorar muito tempo, porque de certeza absoluta que vou ser convidado para dar entrevistas. E podem estar descansados: não serei mal educado, mal educados já tivemos suficientes".

Sobre a influência que poderá ter tido o penálti de Sergio Ramos à Panenka, disse: "Isso é muito dificil de provar, não posso garantir se teve influência. Os penáltis, para nós, até comçaram bem, com vantagem, quando o Rui defendeu o primeiro, mas a seguir falhámos. Os jogadores têm liberdade para escolher a forma de marcar", revelou, adiantando que "desde Óbidos que nos prepararamos para uma situação como esta" e que era "era o Ronaldo que ia bater" o último, salientando que "no futebol um bocadinho de sorte faz falta".