Tudo isto é fado

Alcides Freire

Tópicos

Portugal não foi inferior à Alemanha, dispôs de mais oportunidades de golo e viu até duas bolas baterem na barra. No fim, ganhou a Alemanha.

O futebol pode ser, de facto, "onze contra onze e no fim ganha a Alemanha", até porque foi um pouco disso que aconteceu hoje em Lviv. Numa partida sem um dominador claro e disputado a um ritmo mediano, acabou por prevalecer um único golo, marcado por Gomez aos 72'.

Portugal foi inferior à Alemanha? Houve momentos em que sim, revelando alguma dificuldade em ser perigoso no ataque, mas nunca foi encostado às cordas por uma seleção germânica que é apontada como grande favorita a conquistar o título europeu.

Duas bolas na barra são os momentos "portugues" que ficam na memória portuguesa, em especial o remate de Pepe ao cair do pano sobre a primeira parte. Um remate perfeito, demasiado perffeito, que levou a bola a bater na barra e depois na linha de golo. Um momento de pouca sorte que poderia ter ditado outro destino para o jogo.

Depois do golo de Gomez, aos 72' - a bola cruzada por Khedira sofre um desvio em Moutinho, prejudicando a ação dos centrais portugueses -, voltou a ver-se o melhor de Portugal. Ataques sucessivos à baliza defendida por Neuer e dois momentos-chave. Aos 84' um cruzamento-remate de Nani que bate na barra e aos 88 minutos uma soberba jogada individual de Nélson Oliveira e um remate de Varela que Neuer defende com o corpo.

Portugal defronta a Dinamarca na quarta-feira, às 17 horas.

Ficha do jogo

Arena Lviv

Espectadores: 32,900

Árbitro: Stephane Lannoy (França)

Intervalo: 0-0

Marcador: Mario Gomez, 72'

Alemanha: 1-Manuel Neuer; 20-Jerome Boateng, 14-Holger Badstuber, 5-Mats Hummels, 16-Philipp Lahm; 7-Bastian Schweinsteiger, 6-Sami Khedira, 13-Thomas Mueller (15-Lars Bender, 90'+4'), 8-Mesut Ozil (18-Toni Kroos, 87'); 10-Lukas Podolski, 23-Mario Gomez (11-Miroslav Klose, 80')

Portugal: 12-Rui Patrício; 21-João Pereira, 2-Bruno Alves, 3-Pepe, 5-Fábio Coentrão; 16-Raul Meireles (18-Silvestre Varela. 80'), 4-Miguel Veloso, 8-João Moutinho; 17-Nani, 23-Hélder Postiga (11-Néson Oliveira, 70'), 7-Cristiano Ronaldo.