Índios animaram o aniversário de Klose

Índios animaram o aniversário de Klose

Futebolistas alemães dançaram com os Pataxós que no final tiveram direito às camisolas usadas no treino, saltando de alegria com a oferta.

Cerca de 20 índios Pataxós coloriram esta segunda-feira o 36.º aniversário do ponta de lança alemão Miroslav Klose, cantando e dançando em seu torno em cerimónia de boas vindas aos germânicos no Brasil para o Mundial2014.

O treino aberto da "mannschaft" em Santo André foi aproveitado pelos indígenas para surpreender: vestidos de forma tradicional (saias com tiras vegetais, cocar de penas e arcos, mas sem flechas, confiscadas pela polícia), dançaram e cantaram em honra do novo recordista alemão.

Klose tornou-se o melhor marcador da seleção, com 69 golos, após ter apontado um dos tentos na recente goleada 6-1 à Arménia: persegue agora o recorde de melhor marcador em fases finais de Mundiais: soma 14 golos, menos um do que o brasileiro Ronaldo.

A iniciativa dos Pataxós, que iniciaram a sua atuação com cerimónia de boas-vindas à seleção, contou com convites aos futebolistas para dançarem consigo, com Lukas Podolski a destacar-se no entusiasmo.

Depois de fotos em conjunto, os internacionais teutónicos ofereceram as camisolas de treino aos Pataxós, que saltaram de alegria.

A Alemanha chegou ao Brasil no domingo e instalou-se em Santo André, abrindo hoje ao público uma sessão muito concorrida, que no fim foi brindado por seis futebolistas a distribuir autógrafos.

Portugal é o primeiro adversário da Alemanha no grupo G do Mundial«2014, a 16 de junho, em Salvador, com os germânicos a defrontarem depois o Gana (21, Fortaleza) e os Estados Unidos (26, Recife).