Rosell hoje em Lisboa

Faz exames e assina por cinco anos: leões carregaram no acelerador e ultimaram a contratação do médio de 21 anos, campeão da MLS formado do Barcelona. O catalão alarga leque de escolhas para Marco Silva na zona intermédia, onde a continuidade de William Carvalho é ainda incerta

Segue dentro de instantes a terceira aquisição do Sporting. Ao que O JOGO apurou, o médio espanhol Oriol Rosell é esperado esta manhã em Lisboa para efetuar exames médicos e assinar um contrato válido por cinco temporadas. Depois de Paulo Oliveira e Slavchev, já contratados para reforçar a equipa que Marco Silva vai orientar em 2014/15, no regresso dos leões à competição na Champions e à luta pelo título de campeões nacionais, é chegada a hora de o médio formado no Barcelona firmar acordo com a SAD presidida por Bruno de Carvalho.

O centrocampista de 21 anos encontrava-se ao serviço do Sporting Kansas City, da liga norte-americana (Major League Soccer - MLS), e, com o ingresso nos verdes e brancos, realiza o desejo de competir na Europa, onde se formou em defesa do Barcelona na conceituada academia blaugrana de La Masia. O atleta catalão, natural de Puig-reig, vai efetuar uma bateria de testes logo após a chegada, dirigindo-se depois aos escritórios da SAD verde e branca para pôr o preto no branco, ficando blindado por uma cláusula de rescisão fixada em 45 milhões de euros, à semelhança da larga maioria dos vínculos celebrados sob a gestão de Bruno de Carvalho - Enoh, Betinho e Fredy Montero são as exceções, com cláusulas de rescisão fixadas nos 60 milhões de euros. Posteriormente decorrerá, em data e horário a designar, a apresentação do reforço tantas vezes comparado a Sergio Busquets quando em 2011/12 chegou ao Barcelona B, antes de demandar aos Estados Unidos.

Não obstante a juventude, o jogador que adota Uri Rosell como nome de guerra é visto como um elemento de garantida qualidade. No arsenal do médio surgem, como principais armas, uma influência positiva sobre os companheiros na primeira fase de construção ofensiva, organizando e pautando a ação da equipa sobre a zona intermédia, traço a que junta elevada eficiência nas entregas (ver peça acima nesta página). A qualidade de passe será mesmo o seu principal atributo, sendo que o espírito de comando do espanhol lhe tem valido inúmeros elogios. Sedento de um novo desafio, o centrocampista vem para o Sporting movido pelo desejo de se afirmar numa liga europeia, mas também chega à capital portuguesa imbuído de uma cultura vitoriosa e com títulos na bagagem. Educado a jogar sempre para ganhar em Barcelona, o centrocampista foi mesmo campeão da MLS pelo Kansas City em 2013, ajudando a equipa do Midwest a conquistar o cetro pela segunda vez no seu historial.

A contratação de Oriol Rosell obedece ainda à intenção firme de criar mais soluções para a zona intermédia, onde William Carvalho se assumiu como rei e senhor à frente do quarteto defensivo. Ao partir ontem de Portugal para os Estados Unidos, onde a turma das Quinas fará a derradeira parte de preparação para o Mundial no Brasil, o dono da camisola 14 verde branca tem uma oportunidade soberana para se valorizar. Pese a vontade dos leões de não negociar um atleta "protegido" por 45 milhões de euros, o risco de uma transferência é real e assumido internamente.

Entretanto, Rosell fez o caminho inverso de William, tendo deixado os Estados Unidos rumo a Lisboa e está a horas de ser um novo recruta para o técnico Marco Silva, que ganha mais uma unidade para o meio-campo, setor para para o qual os leões já contrataram o box-to-box búlgaro Slavchev.