Sion vai ter de pagar

Rescindiu contrato de empréstimo com Gelson

Gelson Fernandes acertou ontem a rescisão do contrato que o ligava, por empréstimo do Sporting, aos suíços do Sion por mais uma época, situação que terá como consequência imediata o pagamento de uma indemnização do emblema helvético aos leões por incumprimento do previamente acertado: a cedência do médio internacional pela Suíça até ao verão de 2014.

Transferido para o Sporting no último defeso, tendo sido ao contratado, livre de encargos, aos franceses do Saint-Étienne, Gelson foi cedido ao Sion, clube que o formou, por um empréstimo de uma época e meia, com os suíços a ficarem com direito de opção até 2014. Ao fim de seis meses, porém, a ligação do atleta ao emblema em que se fez jogador teve um fim abrupto. "Concluímos um acordo no sentido de terminar o empréstimo", asseverou ao jornal suíço Le Nouvelliste o presidente do Sion, Christian Constantin, que declarara em janeiro passado, ao assegurar o empréstimo do jogador do Sporting, que Gelson era pouco menos que um filho para si e que poderia contar com tudo da sua parte. A dispensa do médio, cujos vencimentos até 2014 seriam comportados pelo Sion, implica que o Sporting seja ressarcido pelo final do empréstimo, por valores que os leões ainda vão apurar.

Gelson, com um dos salários mais altos do plantel leonino, tem contrato até 2016 e enquadra-se no esforço desenvolvido pela SAD verde e branca para baixar drasticamente a folha salarial. Nesse sentido, nova cedência temporária - ou mesmo definitiva - perfila-se no horizonte do médio, sendo já apontada Verona, onde atuam os italianos do Chievo que já representou em 2010/11, como destino provável.