"Houve campanha suja e trafulha"

Octávio Machado acusou o rival Benfica de desvirtuar o campeonato e prometeu mais Sporting para o futuro

Depois de a cortina descer sobre a época 2015/16, Octávio Machado continua em cena, continuando ao ataque. O diretor-geral da Sporting, SAD foi ontem homenageado no III Convívio dos Núcleos do Sporting do distrito de Coimbra, em Tábua, e voltou a visar a comunicação do rival Benfica e não só.

O responsável leonino começou por tornar a defender que os leões só não foram mais longe por fatores estranhos ao jogo, aludindo à estratégia de comunicação do rival Benfica. "Houve uma campanha orquestrada, suja e trafulha que tirou o brilho a um campeonato competitivo e bonito. Foi pena essa campanha de comunicação, sublinho, trafulha, que alimentou mentiras e que se escondeu, qual toupeira. Tudo começou no dia em que Jorge Jesus assinou pelo Sporting", argumentou Octávio, que prometeu ainda mais Sporting no futuro próximo, sem esquecer que tal corresponde também a um objetivo seu, além de coletivo: "Este ano fomos muito melhores do que os outros mas, em futebol, nem sempre ganham os melhores. Se continuarmos neste caminho, vamos ganhar mais vezes. Todos queremos ser campeões nacionais e espero que nesta minha segunda passagem pelo Sporting consiga atingir esse objetivo."

Na mira do dirigente continua Vítor Pereira, dirigente ao qual, na sua perspetiva, a camisola do título 35 do Benfica "vai ficar bem", uma vez que "não vai deixar saudades, pois nunca deu a cara pelos árbitros", na certeza que o seu sucessor, José Fontelas Gomes "fará muito melhor". Seguro da "união" no seio da família verde e branca, Octávio destacou ainda a renovação de Jorge Jesus. "O Sporting recuperou o lugar a que a sua história obriga. Recuperámos o orgulho sportinguista e isso deve-se, em grande parte, ao presidente Bruno de Carvalho e a Jorge Jesus", sublinhou, para depois lançar um olhar sobre a Seleção Nacional: "Os valores da formação do Sporting, tal como aconteceu no passado com o Figo, agora com o Nani, com Ronaldo e com mais quatro nomes - Rui Patrício, William, Adrien e João Mário - são indiscutíveis pela sua qualidade. Nem toda a propaganda do mundo o esconde. Temos Rúben Semedo, Gelson Martins, Matheus Pereira, Daniel Podence... Há algum clube em Portugal com esta força e qualidade?"