Maicon não quer regressar

André Morais

São Paulo conta com a vontade do jogador para forçar dragões a decidirem. O defesa-central entregou o assunto ao empresário e não acredita que o interesse portista em Felipe possa ajudar

O FC Porto está no encalço de Felipe, central do Corinthians, e, no Brasil, acreditam que o São Paulo pode beneficiar disso para conseguir prolongar o empréstimo de Maicon. O central tem mais dúvidas. "Não sei até que ponto pode ajudar. O meu empresário vai ver a melhor opção para mim, mas já deixei bem claro que a minha vontade é permanecer no São Paulo", afirmou à Imprensa.
Uma coisa não tem que ver com a outra. O FC Porto precisa de reforçar o eixo da defesa e Maicon é para rentabilizar, o que colide com o interesse de um novo empréstimo do São Paulo, que conta com a vontade do jogador. "Já deixei bem claro para a Direção do São Paulo. Todos sabem, mas não depende só de mim. Se dependesse, amanhã assinaria o contrato de renovação. Tenho certeza de que, no fim, todos estarão felizes", acredita.
No FC Porto, Maicon era o capitão. "Tenho um espírito de liderança muito forte. Quando renovei com o FC Porto, disse que gostaria de ser capitão, não para aparecer, mas porque gosto. Procuro sempre ajudar os meus companheiros e acho que um capitão tem de ter essa característica, oferecer a face, lutar pelos companheiros, saber dialogar. Se um dia eu for capitão do São Paulo, podem ter certeza que o clube estará bem servido", concluiu, negando que vá pedir a braçadeira se vier a renovar, porque "o clube está bem servido a esse nível".