Lopetegui avalia Evandro

Obrigado a redesenhar o meio-campo, treinador espanhol tem observado imagens do médio do Estoril e o FC Porto já marcou mesmo posição numa corrida em que também aparece o Sporting

Evandro é um dos nomes que Julen Lopetegui está a avaliar para reforçar o meio-campo do FC Porto, mas, ao contrário do que ontem chegou a ser noticiado, não houve ainda nenhuma negociação concreta para garantir a transferência do jogador do Estoril, também pretendido pelo Sporting.

De acordo com o que O JOGO apurou, os portistas, respeitando o facto de Evandro ter ainda mais um ano de contrato, manifestaram junto dos estorilistas interesse em manter-se a par da situação do médio, que completa 28 anos em agosto e que foi um dos destaques da equipa comandada por Marco Silva, tendo, inclusive, marcado o golo que ditou a vitória em Alvalade, na última jornada.

A cobiça de outros emblemas determinou esse contacto exploratório dos dragões para marcar posição na corrida, isto porque, devido à iminente saída de Fernando [ver página ao lado] e considerando também o fraco rendimento desse sector nuclear na temporada que agora encerra, Lopetegui será forçado a redesenhá-lo.

Além do talento e da identificação com o campeonato português, Evandro junta a esses predicados outro detalhe considerado importante: experiência. Com sangue novo no plantel para valorizar na perspetiva negocial - Herrera, Quintero e Carlos Eduardo são exemplos dessa política que prosseguirá intacta - o FC Porto pretende assegurar pelo menos um elemento capaz de conferir maturidade e, dessa forma, viabilizar um crescimento sereno e sustentado das apostas feitas no último defeso.

Lopetegui tem passado os últimos dias a avaliar o plantel portista e a traçar as linhas-mestras a seguir pelo clube no mercado, tendo-lhe sido também disponibilizadas imagens e relatórios sobre possíveis alvos, entre os quais Evandro. Um avanço para além da tal sondagem que já foi feita dependerá sempre do aval do técnico espanhol.

Evandro tem uma cláusula de rescisão de cerca de 1,5 milhões de euros e em entrevista recente a O JOGO Tiago Ribeiro, da SAD do Estoril, adiantou que o clube estaria pouco inclinado em baixar essa verba. Mas, considerando que há apenas mais um ano de ligação, essa verba deveriam ser objeto de discussão, ainda com a hipótese de se envolverem jogadores numa futura negociação entre os dois clubes. O JOGO sabe que, pelo menos, caiu bem ao Estoril o facto de o FC Porto ter seguido o procedimento de contactar primeiro o clube e não o atleta.