Bernard confirma proposta do Dragão

Bernard confirma proposta do Dragão

Na ressaca da vitória na Libertadores, o extremo anunciou que vai sair do Atlético Mineiro e que tem no FC Porto um dos clubes interessados...

Depois de ter cumprido a promessa de vencer uma grande competição pelo Atlético Mineiro, no caso a Taça Libertadores, Bernard quebrou o silêncio sobre o seu futuro para confirmar a saída do Galo, mas também para revelar que tem conhecimento de uma proposta do FC Porto. No entanto, o extremo acrescentou mais clubes à lista de potenciais interessados. "O meu empresário já me deu conhecimento daquilo que todos sabem. Há propostas do futebol inglês, do Shakhtar e do Porto. Se dissesse que não havia nada, estaria a mentir. Aliás, até o presidente [do Atlético Mineiro] já reconheceu isso. Não há nada para esconder e vai ser difícil eu continuar no clube depois da Libertadores. Mas neste momento estou tranquilo", referiu o jogador em declarações à FOX Sports, do Brasil.

Bernard, que falou durante os festejos da conquista da Libertadores, garantiu que o seu próximo destino deverá ser conhecido "nos próximos dias", ainda que tenha deixado a decisão nas mãos dos dirigentes do Atlético Mineiro. "Vou continuar a trabalhar até que a Direção defina algo a meu respeito", explicou.

Curiosamente, e durante o dia de ontem, surgiram duas notícias que apontavam para uma possível continuidade de Bernard no Galo. A primeira saiu de Inglaterra, onde voltou a ser revelado um acordo com o Arsenal, mas desta vez com uma novidade: os londrinos estariam na disposição de deixar Bernard no Atlético Mineiro até ao final do ano para disputar o Mundial de Clubes. Essa ideia, ainda que sem o nome de Bernard no discurso, também foi anunciada pelo treinador do Galo, que apontou para a necessidade de "reforçar o plantel", tendo em vista um aguardado confronto com o Bayern de Munique. Mas não foi tudo: Eduardo Maluf, diretor do Atlético, foi capaz de contrariar todas as notícias, até as declarações de Bernard, ao dizer que não "existe nenhuma proposta oficial" pelo jogador. Uma tese desmentida por Adriano Spadoto, empresário do extremo, que, no Twitter, confirmou a saída de Bernard no momento em que decidiu dar-lhe os parabéns pela conquista da Libertadores. "Foi uma despedida perfeita, Bernard", escreveu.

Os próximos dias serão decisivos, sabendo-se, porém, que os portistas contam com um aliado de peso: o banco BMG. Em declarações a O JOGO, Hissa Moisés, o responsável pela vertente desportiva do banco, preferiu não fazer grandes comentários sobre o assunto - "Não posso falar..." -, mas reconheceu que a parceria com o FC Porto pode ajudar no negócio. "Se houver alguma possibilidade de isso acontecer, claro que gostaríamos de agradar ao FC Porto, que é um clube amigo. Mas não posso adiantar muito mais do que isto, até porque os direitos federativos do jogador pertencem ao Atlético Mineiro. Nós temos apenas uma pequena percentagem dos direitos económicos", explicou.