"Desde que entrei nunca mais perdemos"

"Desde que entrei nunca mais perdemos"

Oblak diz que fez uma "grande época" e assume o desejo de ficar na Luz, independentemente de quaisquer propostas

O Benfica perdeu a final de Turim, mas não foi certamente por culpa de Oblak. O guardião esloveno efetuou mais uma exibição de bom nível e, à Imprensa do seu país, relembrou um aspeto importante. "Desde que entrei para a equipa, ainda não perdemos", realçou, com a razão totalmente do seu lado: em 27 jogos pelo Benfica, soma 21 vitórias e seis empates, entre os quais se insere o jogo com o Sevilha - para efeitos oficiais, terminou empatado, sendo por isso decidido na marcação de grandes penalidades.

Oblak, de resto, não se furtou em elogios ao seu desempenho de águia ao peito. "A nível pessoal, tem sido uma grande época. Sinto-me bem e feliz por aquilo que tem acontecido, pela forma como a época tem corrido", admitiu, embora lamentando o falhanço na conquista do troféu europeu: "Infelizmente não conseguimos, mas o futebol é mesmo assim; alguns jogos ganham-se, outros perdem-se. Era a oportunidade de vencer mais uma final, mas não correu como planeámos. Foi duro perdê-la, mas temos de ver as coisas positivas."

Depois de garantir que Jorge Jesus não lhe disse "nada de especial" antes dos penáltis - "Estava confiante e deu moral" -, Oblak explicou a sua postura habitual na baliza. "Sou muito frio e calmo em campo? Procuro não pensar nisso. Faço apenas o meu trabalho, sem pensar muito no que pode acontecer durante o jogo. Procuro apenas estar concentrado", indicou. Questionado sobre uma eventual saída para um clube maior, não deixou margem para dúvidas: "Estou feliz no Benfica. Quero fazer o meu trabalho e não penso em sair."