Carlos Martins, Djaló e Urreta ganham ritmo

Carlos Martins, Djaló e Urreta ganham ritmo

Atuaram pela equipa B - Trio sem colocação jogou ontem pela segunda equipa frente ao Estoril por forma a não perder a pedalada

Carlos Martins, Yannick Djaló e Urreta atuaram ontem pela equipa B num jogo-treino com o Estoril que decorreu no Caixa Futebol Campus. Os encarnados venceram os canários por 3-1 (ver mais noticiário noutra página) e um dos factos em destaque foi mesmo a utilização deste trio, cuja reintegração na equipa principal é uma realidade. Tanto o médio como os dois extremos haviam sido despromovidos aos bês enquanto os responsáveis encarnados - em consonância com os respetivos empresários - procuravam encontrar uma solução viável, mas uma vez que tal não chegou a acontecer até ao fecho do mercado, o trio recebeu ordem de reintegração no plantel às ordens de Jorge Jesus. Ontem, porém, jogaram sob o comando de Hélder Cristóvão, numa medida que visa mantê-los com algum ritmo competitivo, não vá Jesus precisar mesmo de utilizá-los.

Carlos Martins perdeu espaço nas contas do técnico, que deu o seu aval à saída do internacional português. O empréstimo a um emblema estrangeiro foi a saída mais trabalhada, mas acabou por não se concretizar. Quanto a Yannick Djaló e Urreta, a abundância de extremos no plantel depressa lhes retirou margem de manobra e a cedência temporária foi também a solução que as partes mais "forçaram", sem que, porém, tenha havido entendimento. Os três jogadores receberam inicialmente indicações, pois, para trabalhar na equipa B, mas, com o fecho da janela de transferências, a decisão passou pelo seu regresso aos trabalhos da formação principal. Ontem, no teste com o Estoril, lá estiveram sob o comando de Hélder Cristóvão, aproveitando a paragem devido aos compromissos das seleções nacionais para também eles se manterem ativos. Já que ficaram, Jorge Jesus pretende ver todos os elementos do plantel o mais nivelados possível no que aos índices físicos diz respeito.