Exclusivo Um carrossel mágico para vencer Marrocos

Um carrossel mágico para vencer Marrocos
Manuel Casaca

Além de elogiar a inspiração de Fernando Santos no onze inicial que jogou com a Suíça, Jaime Pacheco destaca o "futebol total" apresentado por Portugal e um meio-campo que joga de olhos fechados.

A goleada (6-1) infligida à Suíça foi suportada por uma exibição portentosa. Jaime Pacheco analisou a exibição e aceitou o repto de O JOGO para explicar o que Portugal tem de fazer para derrotar Marrocos.

Mas, antes de avançar para a antevisão do jogo de sábado, analisou o triunfo nos oitavos de final, a começar pela "inspiração do selecionador ao apostar naquela equipa", e regozijou-se com o trabalho da Seleção.